Curta o Parque leva arte, cultura e diversão para o Parque da Luz

Na programação, cinema ao ar livre, com destaque para exibição de “O Circo” e trilha sonora executada ao vivo pela Banda da Lapa

Na telona ao ar livre, curtas-metragens catarinenses, além de o clássico “O Circo” com trilha sonora executada ao vivo pela Banda da Lapa. Esses são os destaques do primeiro Curta o Parque deste ano, no domingo, dia 11 de junho.

O projeto acontece desde 2020 e foi criado pela Produtora Cultural Studio de Ideias  em parceria com a Associação dos Amigos do Parque da Luz com o intuito de movimentar a única área verde do Centro da cidade com arte e cultura. Além de cinema e música de qualidade, está na programação Walking Tour, performances, oficina de animação, teatro lambe-lambe, yoga, slackline e exposição fotográfica. Tudo gratuito, a partir das 14h.  

O Monstro do Pântano do Sul, de Marko Martinz

O cinema feito em Santa Catarina estará em destaque. No total serão exibidos oito curtas-metragens, entre ficções e documentários, uma oportunidade para conhecer a produção catarinense dos anos 2000 até hoje. Dois deles foram lançados no ano passado e poderão ser vistos no telão do Curta o Parque: “O Monstro do Pântano do Sul” (2022), de Marko Martinz, e “Dás um banho, Zé Perri”, de Zé Dassilva.

Ambas produções são bem manezinhas. Na ficção de Marko Martins, Lola, uma menina de 11 anos, vai acampar com a turma da escola. Longe dos pais pela primeira vez, ela precisa provar para si mesma que é uma menina corajosa depois de se deparar com uma criatura que emerge do lago. Tudo foi gravado em Florianópolis e paisagens da Ilha podem ser apreciadas no filme também. É importante destacar: a diversão é garantida. 

Dás um Banho, Zé Perri, de Zé Dassilva
Dás um Banho, Zé Perri, de Zé Dassilva

“Dás um banho, Zé Perri” é ficção ambientada em 1930 e inspirada em fatos reais. Na história, o lendário aviador e escritor Saint-Exupéry pousa em Florianópolis, no Sul do Brasil, para ajudar um humilde desenhista morador da cidade a realizar o sonho da mulher que ama: dar uma volta a bordo do seu avião. 

Além da programação intensa, os parceiros do evento irão distribuir balões, viseiras, pipoca, mudas de plantas, entre outros itens.

Tarde com arte e muita história

A programação do Curta o Parque começa logo cedo, às 14h. Durante a tarde, não faltam atrações: para conhecer a história do parque, Walking Tour com Guia Manezinho; as performances artísticas trazem a magia da arte para o evento; e se quiser aprender algo novo, vai ter Oficina de Stop Motion e Desenho com Massinha realizado pela Lapis Lab, que irá  apresentar aos participantes os princípios do desenho animado, com experimentação de animação tradicional, stop motion e digital. 

Curta o Parque. Arquivo – Volo Filmes Divulgação

No espaço da Associação dos Amigos do Parque da Luz, o público poderá conferir a exposição “Dia desses”, de  Ayrton Cruz, com a curadoria do ECAP – Espaço Cultural Amigos do Parque. Dia Desses é um compilado de pixels perdidos no ar. Andanças pela Ilha, uma pausa, um respiro. São fragmentos desses dias em que “a cidade não para, a cidade só cresce…”. Onde o inusitado acorda na expectativa do olhar. E parques são refúgios.

Banda da Lapa executa trilha sonora de “O Circo” ao vivo

Um dos pontos altos desta edição é a exibição do clássico “O Circo” (1928), de Charles Chaplin, com trilha sonora executada ao vivo pela Banda da Lapa, que se apresenta em festas tradicionais na Ilha e em todo Estado. A centenária banda é dividida em flautas, clarinetes e saxofones; trompetes, trombones, bombardinos e tubas; instrumentos de percussão, do triângulo à bateria; guitarra, teclado e contra-baixo elétrico.

Banda da Lapa executando trilha do filme O Circo

“Queríamos muito levar essa experiência de cinema ao vivo para o Parque da Luz.Isso já está acontecendo em muitos parques pelo mundo e é incrível poder proporcionar isso para a nossa cidade”, conforme diz Arturo Valle Junior, da Studio de Ideias.

Distribuição de brindes e pipoca 

Os apoiadores culturais do evento, que acreditam que a cultura é peça fundamental na vida das pessoas e da sociedade, prepararam ações para esse Curta o Parque. 

A Dimas Construções fará a distribuição de brindes como balões, viseiras, bonés e repelentes, além de instalação de carrinho de pipoca personalizado e espreguiçadeiras. Já o Castelmar Hotel irá distribuir mudas de plantas juntamente com a Associação dos Amigos do Parque da Luz.

O Curta o Parque é realizado por meio da Lei Municipal de Incentivo a Cultura de Florianópolis, patrocínio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes e conta com apoio cultural do Castelmar Hotel e Dimas Construções. Tem apoio da Vinil Filmes. A realização é da Associação dos Amigos do Parque da Luz e da Produtora Cultural Studio de Ideias. 

Então, agende:

Curta o Parque

11/06, a partir das 14h

Local: Parque da Luz

Gratuito 

Em caso de chuva, o evento será transferido. 

Filmes catarinenses

Nonna, de Maria Augusta V. Nunes (animação, 2021, 10 min) 

O Sumiço da Coroa. de Marco Martins e Chico Faganello ( ficção, 2013, 14’49’’) 

No fim da Trama, de Patrícia Monegatto ( ficção, 2016, 11’37’’ )

Ângelo, O Coveiro, de Renato Turnes (ficção, 2009, 20’44’’) 

Quem não tem cão, de Cíntia Domit Bittar (ficção, 2015, 13 min) 

O homem dublado, de Renato Turnes (ficção, 2012, 20’14’’) 

O Monstro do Pântano do Sul, de Marko Martinz (ficção, 2022, 17 min) 

Dás um banho, Zé Perri!, de Zé Dassilva (ficção, 2022, 21 min) 

Por fim, saiba mais em:

https://www.instagram.com/studiodeideiasprodutora/

https://www.instagram.com/curtaoparque/

https://www.instagram.com/parquedaluz.floripa/