Praia da Joaquina uma das mais visitadas de Florianópolis.

A “Joaca” um paraíso no leste da ilha.

Fotos: Caio Vilela MTur

A praia da Joaquina em Florianópolis, conhecida como “Joaca”, é umas das praias mais visitadas da ilha. Apesar de ser tradicional pelos campeonatos de surf, por suas ondas fortes e competitivas, a praia tem umas regiões apropriadas com trechos mais calmos para famílias e crianças.

O mar verde e transparente permite ao banhista enxergar alguns peixes até mesmo sem equipamento de mergulho. As pedras da praia atraem muitos turistas que aproveitam o cenário para tirar fotos de toda a extensão da Joaca. 

Com serviços de restaurantes e bares, hotéis, hostels, campings, a Joaquina tem uma estrutura apropriada para o turismo. Contudo, é uma praia para quem gosta de movimentação, pois nos dias de verão intenso sempre está mais lotada. Além do mar, as dunas por exemplo, são uma atração à parte, com serviço de esquibunda.

Colada na Lagoa da Conceição, a prefeitura de Florianópolis está reformulando o acesso à praia, com acesso para ciclistas, passeio público bem como uma melhor estrutura de estacionamento. 

Nos seus 3 quilômetros de extensão, quem sabe o turista encontra no mar um dos seus frequentadores mais ilustres, o tenista tricampeão de Roland Garros, e manezinho mais famoso da ilha, Gustavo Kuerten, o “Guga, que também é praticante de surfe e tem a “Joaca” como uma de suas praias preferidas 

História

O histórico do nome da praia da Joaquina tem seus mistérios. Uma das lendas diz que por volta do ano de 1850, havia uma rendeira de nome Joaquina. Ela tinha por hábito fazer suas rendas na última pedra do costão daquela praia deserta (e ainda sem nome). Então levava para lá suas rendas, seus bilros, suas anáguas e ficava horas e horas. Até que um dia, Joaquina, distraída com suas rendas o dia todo, ficou até a noite chegar e não percebeu que a maré subia. Aí então veio uma onda, e carregou Joaquina mar adentro.

Outra lenda diz que Joaquina era uma moradora da Lagoa da Conceição, casada com Alberto, um jovem pescador, que certa vez não voltou mais do mar em uma de suas pescarias, igualmente, Joaquina além de perder seu amor, morria também sua mãe e seu avô, ficando só com seu pai. A partir de então Joaquina ia para a praia tirar mariscos, dizem que com saudade do marido. Porém, após a morte do pai, se mudou para a praia e anos mais tarde foi encontrada morta perto do costão. Dizem que morreu de solidão, a partir de então a praia ganhou seu nome.