Homenagem ao RS: Humberto Gessinger chora e Thedy Corrêa faz alerta climático.

O Altas Horas, programa da Rede Globo apresentado por Serginho Groisman, fez na noite deste sábado, 18, uma homenagem às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. 

Estavam presentes diversos artistas gaúchos, como por exemplo Humberto Gessinger, Adriana Calcanhotto, Armandinho, Vitor Kley, Beto Bruno. Além de, Kleiton, Luka, Lucas Silveira, Lucas Lima, Thedy Corrêa e Filipe Catto. 

Homenagem ao RS: Humberto Gessinger chora e Thedy Corrêa faz alerta climático.
Reunião dos artistas gaúchos. Divulgação.

O programa assim como uma mensagem de fé e esperança através da música, também incentivou os telespectadores a fazerem doações para as pessoas que se encontram em abrigos e perderam tudo com as inundações. 

Durante o programa alguns artistas, como Lucas Ferreira, vocalista da banda Fresno, chorou ao relatar a situação em que o estado gaúcho está, e enfatizou a necessidade de doar.

“Quero dizer que todos os dias me lembro de um lugar ou de alguém e falo: ‘Está em cima ou embaixo d’água?’. Por isso, muito cedo falamos: ‘Como vamos levantar o maior dinheiro possível?’. Fizemos uma live com vários artistas para fazer o dinheiro chegar e chegou. Gastámos tudo, porque é pressa, é coisa básica, dignidade”. Lucas já fez uma live que arrecadou cerca de R$2 milhões de reais em doação. 

Humberto se emociona.

Lucas Lima, foi para o palco para cantar “Somos Quem Podemos Ser”, de autoria de Humberto Gessinger com os Engenheiros do Hawaii. A versão chegou a levar Gessinger às lágrimas. Contudo, Lucas declarou que não esperava que Humberto estivesse no programa, falando o porquê de ter escolhido a canção. 

“Primeiro que é uma música muito linda, de um dos maiores compositores da música gaúcha. Só que quando escolhi não sabia que ele estaria aqui e agora estou nervoso pra caramba”. 

Humberto Gessinger não escondeu as lágrimas e ficou visivelmente emocionado. A filha de Humberto que mora em Estocolmo postou nos stories do instagram a homenagem ao Rio Grande do sul, escrevendo: “Sol raiando aqui em Estocolmo. Coração cheio de orgulho desse pai, e cheio de dor pelo RS.”

Humberto Gessinger tocou a música, “Terra de Gigantes”, explicando a origem da canção e fazendo uma relação com a tragédia que acontece no seu estado. “Essa música é um dialogo de um alemãozinho porto-alegrense com a sua mãe nos anos 70. Eu acho que tá todo mundo precisando de colo, muita gente tá querendo dar colo, isso tem tudo a ver com a mãe”. 

Contra o negacionismo.

Thedy Corrêa, vocalista da banda de rock Nenhum de Nós aproveitou o programa para alertar sobre o negacionismo e as fake news.

“Tem muitas pessoas que estão desumanizando o povo gaúcho. São pessoas que pedem para não politizar e politizam a discussão. Tem pessoas espalhando fake news que estão prejudicando as contribuições, o socorro. Isso nada mais é que desumanizar as pessoas”. Conforme disse.

E acima de tudo, ainda completou: “O Rio Grande do Sul é uma amostra do que pode acontecer com todo o planeta. Se a gente não levar isso a sério, cada um de nós aqui vai ter que enfrentar isso logo, logo. Prestem atenção que isso pode acontecer com vocês e a gente precisa, de uma maneira ou de outra, parar com o negacionismo”.