“O pior vizinho do mundo”, com Tom Hanks alcança US$ 100 milhões em bilheteria global

Filme estrelado por estrelado por Tom Hanks, “O pior vizinho do mundo”, ultrapassou os US$ 100 milhões em bilheteria.

“ O pior vizinho do mundo” (A Man Called Otto), um drama sincero estrelado por  Tom Hanks  como um viúvo mal-humorado, alcançou um importante marco nas bilheterias, ultrapassando US$ 100 milhões em todo o mundo.

A contagem do filme é de $ 100,4 milhões, incluindo $ 61,2 milhões na América do Norte e $ 39,2 milhões internacionalmente. No exterior, os mercados mais vendidos são Reino Unido ($ 6,28 milhões), Austrália ($ 5,17 milhões), México ($ 5,06 milhões), Espanha ($ 2,6 milhões) e Alemanha ($ 2,5 milhões).

Em tempos de pandemia, a marca de $ 100 milhões é notável porque apenas alguns filmes voltados para o público mais velho, como a cinebiografia caleidoscópica de Baz Luhrmann “Elvis”, a sequência de Tom Cruise “Top Gun: Maverick” e a comédia de ação de Brad Pitt “Bullet Train, ” conseguiram levar o público aos cinemas.

A Sony inicialmente planejou estrear “O pior vizinho do mundo”, com orçamento de $ 50 milhões, no Natal. No entanto, o estúdio decidiu estrear o filme em cinemas de lançamento limitado em 30 de dezembro antes de expandi-lo em todo o país em 13 de janeiro, que geralmente é um tempo mais lento nas bilheterias, o filme evitou se perder na multidão de lançamentos de férias.

Marc Forster dirigiu o filme que é a segunda adaptação do romance de Fredrik Backman de 2012 “A Man Called Ove”, após o filme sueco de 2015 de mesmo nome. 

Hanks interpreta Otto Anderson, um rabugento que cai em depressão depois que sua esposa morre. Mas sua atitude começa a mudar depois que ele inicia uma amizade improvável e transformadora com uma jovem família que se muda para a casa ao lado. 

Por fim, caso ainda não tenha visto, confira o trailer abaixo: