U2: novo álbum, “Songs Of Surrender” decepciona fãs.

“Songs of surrender” foi lançado em março com versões de 40 canções da banda

Por Sandro Abecassis

O novo álbum do U2, “Songs Of Surrender”, de canções, “reimaginadas”, que na realidade são novas versões de clássicos da banda, não figura nem entre os 100 mais da paradas da Official Charts Britânicas. Olha que este editor que escreve, ainda tentou de tudo para ver se a banda estava em algumas posições em várias categorias.  

Tentamos, singles, rock alternativo, álbuns, vinil, e até compilações, nada. 

O fato é que ao todo a produção contem 40 músicas, como por exemplo, “With or Without”, “Beautiful day”, “Pride”, “I will Follow” e tantas outras. 

 

Apesar do esforço da banda em fazer um “novo” álbum, fãs criticaram a falta de criatividade ou até mesmo um comodismo por parte do U2.

Veja algumas criticas no perfil oficial no Instagram

Desde novembro, a divulgação de “Songs Of Surrender” vem ganhando força na mídia, Bono lançou um livro autobiográfico com o mesmo título em novembro de 2022, e a banda sempre “soltava” as novas versões das músicas nas suas plataformas digitais. 

Viva Las Vegas

A partir do segundo semestre o U2 se reúne em Las Vegas para uma serie especial de shows em comemoração aos 30 anos ‘Achtung Baby”.

No entanto, o desfalque será Larry Mullen Jr. alegando que estará se ‘”recuperando de uma cirurgia”. Sendo assim, o músico será substituído pelo baterista holandês, Bram van den Berg. 

Paul McCartney certa vez afirmou que a residência de shows em Las Vegas mostra a decadência do artista. “É para lá que eles vão quando morrem”. conforme disse

Opinião

O fato é que o U2 parece que já cansou faz tempo. Muitas turnês, shows ao longo dos anos e hoje parece cumprir apenas uma tabela para se manter como banda.

É lógico que o grupo não precisa mais provar nada para ninguém. Mas é por este motivo, acima de tudo, que deveriam repensar quando forem lançar “novos” materiais. Um prego pode segurar uma cerca, vários, racha.

Essa critica vem de alguém que assistiu, o documentário “Rattle and Hum” no cinema aos 16 anos em 1988, e saiu de lá maravilhado com a qualidade da obra, uma produção que fechou uma tríade iniciada com “Unforgettable Fire” (1984), “Joshua Tree” (1987) e o “Rattle” (1988).

Por fim, Bono Vox prometeu até o fim de 2023 o lançamento de um disco de inéditas, vamos esperar.

Willie Nelson, Jethro Tull e até o Ozzy ainda acreditam, sobretudo, no seu potencial criativo e lançaram músicas novas. 

Enfim, ouça o álbum aqui e tire suas conclusões: