“Vento Ventania”: um sucesso quase excluído do disco do Biquini Cavadão.

Compartilhe

A música Vento Ventania é um dos grandes sucessos do Biquini Cavadão, mas quase foi excluída do disco

Em 1991, o Biquini Cavadão lançou seu quarto álbum, intitulado “Descivilização”, sob a produção do lendário Mayrton Bahia. Este trabalho impulsionou a banda para os primeiros lugares nas paradas radiofônicas, destacando-se com sucessos como “Zé Ninguém” e “Impossível”. 

No entanto, a faixa “Vento Ventania”, que também está no álbum, e é hoje um dos grandes sucessos da banda, só conquistaria seu merecido destaque quase um ano após o lançamento.

Bruno Gouveia, vocalista do Biquini Cavadão, contou no podcast Papo Com Clê, como a música teve origem. 

“Vento Ventania” é talvez o maior sucesso do Biquini. A gente tava fazendo em uma onda meio Ska, e o Beni (Beni Borja era empresário do banda que morreu em 2021) tinha acabado de chegar de Londres e havia feito um curso de produção e ele falou, `eu quero gravar essa música de maneira diferente, ouvi umas bandas por lá e queria fazer uma experiência`, nós perguntamos o que precisava e ele falou que tinha que baixar o andamento, tocar mais lento, baixar um pouquinho? Ele falou, não, muito!!!”. 

"Vento Ventania": um sucesso quase excluído do disco do Biquini Cavadão.
Biquini Cavadão. Divulgação Facebook.

Bruno Gouveia concordou mas retrucou, conforme conta, “Mas a gente tá tocando isso tão lento, ai ele falou assim, o nome disso é “DanceHall” (um estilo de reggae jamaicano), isso vai ser uma coisa muito legal, então vamos fazer uma coisa no dancehall`. E isso eu estou falando antes do Skank começar a surfar no dancehall”. E foi assim que a música saiu do Ska para algo mais leve.

Livro “Renato Russo, O Trovador Solitário” revela a história do líder da Legião Urbana com profundidade e leveza.

Vento Ventania quase ficou fora do álbum

O vocalista revelou que a música quase ficou fora do álbum, “Descivilização”. “Vento ventania por ter sido gravada deste jeito quase foi tirada do disco. Porque a gente tocava muito rápido mas o Beni falou, `tocar do jeito mais lento vocês começam a valorizar a melodia e a própria letra” .

No entanto, uma decisão deixou a música no álbum, “Eu sempre acho que o disco é a fotografia da música. Um disco mostra quem você é naquele momento, se a gente vai depois mudar, tudo bem. Mas somos nós naquele momento. Então, vamos continuar assim”. Lembrou Bruno. 

E ainda recorda o processo de composição de “Vento Ventania” que foi composta rapidamente na frente de um portão. “A música nasceu de uma ideia de contrabaixo que o Birita começou a tocar no violão, o Beni começou a tocar uma guitarra e perguntou pra mim se eu não tinha nada pra botar ali. Aí eu abri meus cadernos e na primeira página estava Vento Ventania, e veio praticamente do jeito que estava escrito, então assim a música foi muito rápida”. 

A Xuxa despertou Vento Ventania

A banda não tocava Vento Ventania nos shows, e as canções de trabalho, eram “Zé Ninguém” e “Impossível”, mas durante uma participação no programa da Xuxa, tudo mudou. “A Xuxa olha pra gente e pergunta, `ué vocês não vão tocar aquela música do vento?`, ai eu perguntei, como é que você sabe? Ela disse, `eu ouvi o disco de vocês, tem uma música linda do vento”. A partir daí a banda olhou a faixa com mais atenção.

E um outro fato fez a canção entrar de vez no setlist dos shows. Bruno disse que os próprios radialistas começaram a soltar “Vento Ventania” no ar fazendo a canção chegar aos primeiros lugares e quando chegavam para tocar nas cidades o público cantava na plateia a canção para que a banda tocasse.

“É um sucesso que acontece completamente não previsto por nós, mas que veio ser uma música fundamental para nossa carreira”. Finalizou Bruno. 

Recentemente, o Biquini Cavadão produziu junto com o cantor Fagner uma versão da música, “Vou Te Levar Comigo”