Discos e bandas de rock

Livro “Renato Russo, O Trovador Solitário” revela a história do líder da Legião Urbana com profundidade e leveza.

Livro “Renato Russo, O Trovador Solitário” de Arthur Dapieve está na sua 10ª edição.

Quase tudo que faz sucesso no Brasil, é avacalhado e diminuído. Desde jogadores de futebol campeões mundiais a bandas de rock consagradas. Eu acredito naquela máxima, só critica se você fez mais ou igual, ou ao menos tentou.

A Legião Urbana é uma dessas bandas odiadas por muitos, mas amada por duas vezes mais. Portanto, vamos falar para quem ama, gosta e curte a banda, trazendo uma indicação de um livro especial – Renato Russo, O Trovador Solitário de Arthur Dapieve –  relançado em 2020 em homenagem ao cantor legionário.

Mais que biografia.

A obra teve a sua primeira edição no ano 2000, em uma serie chamada perfis, apoiada pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

No livro, Arthur Dapieve, jornalista e profundo conhecedor do rock Brasil, conta a história de Renato na base, buscando informações raras da infância, adolescência e vida adulta até sua morte.

A Liverpool dos Beatles: uma jornada mágica pelos lugares que marcaram história

Como por exemplo, quando Renato Russo morreu, em 11 de outubro de 1996, Lilian Witte Fibe que apresentava o jornal ao lado de William Bonner não concordava que o JN dedicasse 30 minutos para o roqueiro.

William, em tom de brincadeira, ameaçou citar todos os 159 versos de Faroeste Caboclo caso não se convencesse. Todos na reunião de pauta citaram algum trecho de uma canção da Legião. Naquele momento Lilian percebeu que conhecia mais a banda do que pensava.

Em outro trecho de, Renato Russo, O Trovador Solitário, Dapieve relata o encontro de Renato Russo com Jerry Adriani, quando se encontraram em uma rádio e brincaram sobre o fato da imprensa jogá-los um contra o outro. 

Léo Jaime conta no livro ter vivido um dos últimos momentos com o cantor. “Dava um sentimento de impotência. Sofri muito. Mas ele queria uma morte elegante, não queria dividi-la com ninguém. Nada de piedade ou compaixao”. 

Leo e Renato tinham um projeto para que o cantor gravasse músicas como, “Fórmula do Amor” e canções aleatórias, o que não deu tempo de acontecer.

Por fim, o livro, Renato Russo, O Trovador Solitário, é uma leitura interessante para conhecer de forma leve e profunda a vida e obra de Renato Russo e a Legião urbana. Portanto, confira mais detalhes sobre este livro. 

 

Sandro Abecassis

Publicitário, radialista, músico e apaixonado por rock, literatura e histórias curiosas.