Exposição Iconografia 344 da Fundação BADESC ganha página especial.

Mostra apresentada de 30 de março até 1º de junho de 2017 recebeu mais de 3 mil visitantes

A exposição mais visitada nestes 15 anos de atividades da Fundação Cultural BADESC, em Florianópolis, foi a mostra Iconografia 344. Com curadoria do colecionador Ylmar Corrêa Neto, a exposição recebeu mais de 3 mil visitantes de 30 de março até 1º de junho de 2017. E agora a mesma vai ganhar uma página especial no Acervo Virtual do site da Fundação – www.fundacaoculturalbadesc.com.

Com referência ao aniversário de Florianópolis e utilizando como marco de contagem a chegada de Dias Velho, a mostra apresentou cerca de 60 obras, entre fotos, bem como, documentos e livros.

Imagem mostra objetos iconográficos como livros bem como cartas dentro de uma redoma de vidro.

Valor histórico

Do Século XVI ao XIX, inúmeros estrangeiros passaram pela Ilha de Santa Catarina produzindo documentos e obras de arte de inestimável valor histórico. Este material se destinava ao interesse de coleções de reis, nobres, ricos comerciantes e instituições europeias, portanto grande parte dele teve sua conclusão na Europa.

Os livros tinham tiragens limitadas e caras, já que suas ilustrações eram feitas com gravuras ou desenhadas e pintadas uma a uma. Muitas dessas obras se perderam em naufrágios e outras tantas ainda hoje circulam incógnitas pelo mundo. Apaixonados pelo tema, alguns colecionadores locais têm rastreado e adquirido esse tesouro em leilões, galerias especializadas e coleções particulares dos cinco continentes, repatriando esse incrível patrimônio.

Imagem mostra uma sala toda branca, com piso em taco marro, com uma mesa no centro, onde estão objetos iconográficos dentro de uma redoma de vidro. Na parede estão diversos quadros.

A cuidadosa curadoria de Ylmar Corrêa Neto, permite que o público possa conhecer documentos raros, pinturas, desenhos, gravuras, mapas e livros originais que nunca haviam sido expostos. Em contraponto, obras de arte modernas e contemporâneas sobre a Ilha articulam representações entre o presente e o passado.

Acima de tudo, a visitação presencial na Fundação Cultural BADESC está suspensa no momento. No entanto, acesse o site e siga as atividades e eventos culturais gratuitos do espaço. Além de conferir os trabalhos de dois artistas selecionados no Edital 2020:

Dante Acosta apresenta 19 trabalhos na mostra As Coisas Distantes Parecem Menores Do Que São Na Realidade. Já Carol Krügel exibe 27 ilustrações a grafite emolduradas na exposição Retratos Fantásticos.

Por fim, as exposições permanecem no site e estão expostas no casarão até o final de abril.