Nicolas Cage busca vingança e justiça em filme policial da Netflix

Netflix, traz Nicolas Cage e Anna Hutchison em uma trama que aborda a violência e injustiça contra as mulheres.

Um dos filmes que está bombando na Netflix, é a produção de 2018, “Uma História de Vingança”. O elenco traz Nicolas Cage, Don Johnson, Talitha Bateman e Anna Hutchison.

Na trama, Tina (Anna Hutchison) é uma jovem que tenta reconstruir a vida junto com sua filha depois de perder o marido. No começo do filme o caminho dela e do policial John (Nicholas) se cruzam em um bar. Contudo, dias depois, após uma festa do feriado de independência, ela e sua filha estão voltando para casa por um caminho íngreme e acabam encontrando um grupo de criminosos. Os quatros levam Tina e sua filha para dentro de uma casa. No local, estupram e batem na moça com muita violência na frente da sua filha de Bete.

Nicolas Cage busca vingança e justiça em filme policial da Netflix
Nicolas Cage e Anna Hutchison.Divulgação

Ao fugirem, Bete(Talita), socorre a mãe e corre até a rua, onde o policial John (Nicolas) acaba encontrando a menina. Abatida e muito ferida, o serviço de socorro leva Tina para o hospital. Porém, como Bete viu os criminosos vai ajudar o policial John no reconhecimento. 

LEIA TAMBÉM: “O Vendedor de Ilusões”: documentário da Netflix Expõe esquema milionário de fraude

John acaba encontrando um por um, e eles são levados a julgamento. No entanto, o que era para ser um caso obvio de condenação, vira justamente o inverso. Quando um advogado de defesa e um juiz suspeito vão fazer de tudo para justificar que o sexo aconteceu de forma consentida numa total forma de descredibilizar a vitima. 

Nicolas Cage busca vingança

John, vendo que o caso vai acabar inocentando os criminosos decide fazer justiça com as próprias mãos. Afinal, ele teme que a vida de Tina e de sua filha vão sempre correr risco com os marginais protegidos por uma justiça que deveria puni-los. 

“Uma História de Vingança”, não se destacou como uma grande produção. Mas faz um papel social importante em destacar no alerta de o quanto as mulheres vitimas de estupro acabam consideradas “culpadas”, por conta da roupa que vestem e do jeito que agem. 

Por fim, veja o trailer de “Uma História de Vingança”