Morrissey anuncia relançamento de álbum ao vivo.

Morrissey voltou à cena para anunciar o relançamento de trabalhos solos. 

Morrissey recentemente compartilhou detalhes sobre um relançamento de álbum ao vivo e anunciou a preparação de dois eventos especiais. O anúncio ocorreu através de seu blog, o Morrissey Central, onde ele também divulgou o relançamento global do álbum “Beethoven Was Deaf”, gravado ao vivo em Paris em 1993. Este relançamento estará disponível em diferentes formatos, incluindo CD e vinil.

Morrissey anuncia relançamento de álbum ao vivo.
Morrissey. Getty Images

Além disso, Morrissey revelou que estão planejados dois eventos especiais para coincidir com o lançamento do álbum em julho. Este anúncio ocorre em meio a relatos anteriores sobre a saúde de Morrissey, que estava recebendo cuidados médicos por exaustão física. Afinal, o músico cancelou toda agenda de shows, tanto nos Estados Unidos, quanto os que faria no Brasil.

Resta saber como os fãs vão receber este “novo” material do cantor. Afinal, não estão nada satisfeitos com os últimos cancelamentos.

Enquanto isso, Morrissey continua sua batalha com a Capitol Records sobre o lançamento de seu tão esperado álbum “Bonfire of Teenagers”. A situação representa um desafio para o músico, que expressou frustração com os atrasos e desafios associados ao lançamento do álbum. Em uma entrevista recente, ele compartilhou sua perspectiva pessoal sobre o assunto, descrevendo o processo como “traumático” e “torturante”.

“Tem sido muito traumático e muito triste porque quando você grava algo, você quer que esteja disponível imediatamente e isso acontece na maior parte do tempo”, acrescentou. “Para mim, foi uma coisa muito pessoal e o fato de não ter sido divulgado foi uma tortura.” Conforme ressalta.

LEIA TAMBÉM: “Panic” do The Smiths, uma canção inspirada em Chernobyl e T.Rex

Tretas com ex-Smiths.

Além das questões relacionadas à sua carreira musical, Morrissey tem dado opiniões sobre seu legado com o The Smiths e suas relações passadas com ex-colegas de banda. Em um blog intitulado “CANCEL CULTURE BEGINS AT HOME”, ele expressou sentimentos de exclusão e reivindicou sua posição central na história da banda. Suas palavras refletem uma determinação contínua em manter sua identidade e legado artístico intactos.