“Cem Anos De Solidão”, ganha primeiro trailer de divulgação.

Obra do escritor Gabriel Garcia Marquez, “Cem Anos de Solidão”, vai se tornar uma série da Netflix. 

Nesta quarta-feira, 17, a Netflix divulgou o primeiro trailer de Cem Anos de Solidão, baseado na obra de Gabriel Garcia Marquez, premiado escritor colombiano. 

“Cem Anos de Solidão” será uma série da plataforma idealizada pelos produtores e filhos do escritor, Rodrigo e Gonzalo Garcia. No vídeo divulgado aparece a comunidade de Macondo onde se passa a trama, mostrando a história familiar dos Buendía através de várias gerações. 

Então, veja:

A série ainda não teve divulgada a data de estreia. Contudo, segundo Rodrigo Garcia, “Cem Anos De Solidão”, está programada para três temporadas totalizando 20 horas de produção. 

O roteiro tem assinatura do portoriquenho José Rivera. 

LEIA TAMBÉM:Isabella Rossellini é destaque em novos lançamentos da MUBI.

Sobre o livro

“Cem Anos de Solidão”, teve sua primeira publicação em 1967. A obra de Gabriel García Márquez se tornou um pilar da literatura latinoamericana, com uma linguagem e trama adaptada para a realidade sul americana. O estilo pelo tipo de roteiro, diálogos e acontecimentos fantásticos e inusitados acabou ficando conhecido como Realismo Fantástico. 

O livro narra a história da família Buendia, tendo como personagem inicial, José Arcadio Buendia e Ursula Iguarán na aldeia ficticia de Macondo. Fatos como a chegada do telefone, Aureliano Buendia sendo levado pelo seu pai para conhecer gelo, as revoluções sociais e principalmente, as complexas condições humanas e os seus relacionamentos familiares.

"Cem Anos De Solidão", ganha primeiro teaser de divulgação
Gabriel Garcia Marquez

Autores e produtores chegaram a oferecer quantias milionárias para que Gabriel Garcia Marquez autorizasse um filme de sua obra, mas ele sempre negou. Aliás, o escritor até chegou a autorizar, mas igualmente como o realismo fantástico criou condições bem absurdas. Como por exemplo, que cada capítulo tivesse cerca de 2 minutos e fosse liberado pelo período de cem anos

Especialistas em literatura já começam a ficar ansiosos pela estreia da obra, pelo fato de que o livro do Gabo, como Gabriel ficou conhecido, é considerado uma história de difícil adaptação para o audiovisual.