Pearl Jam: novo single, “Wreckage” é um protesto contra Trump.

“Wreckage” é uma das faixas do novo álbum da banda lançado semana passada. 

Na última sexta-feira (19), o Pearl Jam lançou seu novo álbum “Dark Matter”, trazendo à tona uma reflexão sobre a faixa “Wreckage”, que significa “destroços” em português. Em uma entrevista ao Sunday Times do Reino Unido, o vocalista Eddie Vedder revelou a inspiração por trás da música, abordando questões políticas.

Ele expressou: “Há um indivíduo nos Estados Unidos que insiste que nunca perdeu uma eleição, e essa mensagem está sendo amplificada como verdadeira. Trump está desesperado. Nunca vimos tamanha ânsia de vitória, apenas para evitar a prisão e a falência”.

Pearl Jam: novo single, "Wreckage" é um protesto contra Trump.

Vedder ainda acrescentou: “Está em jogo tudo que conhecemos, e ele se coloca como vítima. A música é um apelo para não nos deixarmos dividir por uma pessoa, especialmente por alguém sem causas dignas”.

Quando perguntado sobre o fim da era Trump, Vedder respondeu: “Mal posso esperar. Muitas pessoas estão sofrendo um pouco de TEPT (transtorno de estresse pós-traumático) por causa disso”.

A letra da canção fala de forma poética, em “varrer as cinzas”, e sobre resistir, e continuar caminhando como água encontra o seu caminho.

Então, confira:

Eddie Vedder ao longo da carreira sempre deixou bem claro seus posicionamentos políticos, mantendo uma defesa clara sobre os direitos dos trabalhadores e das minorias e contra a política externa armamentista dos Estados Unidos.

Ao mesmo tempo, o vocalista do Pearl Jam, declarou que o ativismo de artistas é mínimo diante do poder dos governos.  “Éramos jovens e ingênuos, achávamos que podíamos mudar as coisas. Mas descobrimos que apenas ser corajoso e agitador pode não ser o caminho ideal.”

Portanto, o Pearl Jam e Eddie Vedder adotam posturas mais praticas. Como por exemplo, shows para arrecadação de fundos para o auxílio de sem teto, assim como, ações voltadas para questões ambientais.