Paul McCartney completa 80 anos do jeito que gosta, nos palcos.

Compartilhe

Paul McCartney completou 80 anos neste sábado, 18 de junho, geminiano, só de carreira o ex-beatle tem mais de 60 anos.

O Velho Macca, hoje está na estrada com sua nova turnê, Got back, depois do hiato da pandemia e após o lançamento do documentário Get Back de Peter Jackson. 

Na noite de quinta-feira, 16, recebeu homenagens no palco, de ninguém menos que Bruce Springsteen e Jon Bon Jovi. Surpresa? Que nada, tudo do Paul é previamente combinado, McCartney + show business + marketing, que ele faz muito bem.

Paul McCartney traz Bruce Springsteen e ganha “parabéns” de Jon Bon Jovi em  show

Ao longo destes anos Paul, lançou novos álbuns, releituras, videoclipes e livros, o homem é uma máquina de produção, com todo vigor.

Mas quem acha que ao longo da sua carreira ele não pensou em desistir ou ficou em dúvida está bem enganado.

Lá nos primeiros anos dos Beatles Paul se sentia inseguro em cantar, acreditem.

File:Paul McCartney & George Harrison 1964.jpg - Wikimedia Commons

Com o fim da banda em 1970, apesar de ter lançado seu primeiro álbum solo, McCartney, se isolou na sua fazenda na escócia e se afundou na manguaça, mas mesmo assim foi capa da revista Life provando que estava vivo, afinal ,as teorias de conspiração diziam por A + B que aquele era sósia, e que Paul tinha morrido em um acidente no ano de 1966. muita onda. 

O Auge.

Os anos 70, considero o auge da sua carreira, o amadurecimento musical com o Wings, o modo de cantar, e a estrutura de composições e de shows que adotou a partir dali.

Rockshow – Paul McCartney e Wings | VEJA SÃO PAULO

Após a morte de Lennon em 80, o fim dos Wings, Paul decide parar com shows ao vivo por quase uma década. No entanto, a partir de 1989 volta aos palcos, com pausa somente no lançamento do anthology em 94 e a morte da Linda em 98. 

Dos anos 2000 até hoje, foram uma turnê atrás da outra com várias passagens pelo Brasil

Paul se mantém vivo através de cada composição, parcerias com a galera nova, sempre aberto a novidades. 

Nos shows, o fã sabe que a voz não é mais a mesma, mas cara, isso pouco importa, afinal quem já foi para um show de McCartney tem a noção da emoção que é ver ex-beatle no palco, em cada acorde, entoando clássicos por duas horas, seja no baixo, guitarra ou piano.

Enfim, Longa vida à McCartney, 

 

Sandro Abecassis

Publicitário, radialista, pós graduado em educação inclusiva e gestão executiva de projetos.

WhatsApp chat