O Black Sabbath passou a usar crucifixos por conta de uma maldição.

Compartilhe

O Black Sabbath inaugura o heavy metal em 1970. Mas e a origem do crucifixo na banda?

Por Sandro Abecassis

Os anos 60 começaram com um boom de grupos vocais e twist depois do hiato deixado por Elvis ter ido para o exército, Chuck Berry, preso, Jerry Lee Lewis envolvido em escândalos. Mas Little Richards passou a liderar a cena com o Fats Domino até a chegada da invasão britânica com os Beatles e Os Rolling Stones. 

Uma década que vai da euforia da beatlemania, a psicodelismo e o utópico movimento hippie.

Quando em 1970, uma banda chamada Black Sabbath, lança seu disco de estreia. Logo na primeira música, tensão e suspense, a faixa que dá nome ao disco e a banda inicia com chuva e sinos anunciando que ali começava o heavy metal. Sem falar no riff sinistro, viradas de bateria e a voz intensa de Ozzy Osbourne.

Além do mais, a capa com uma espécie de bruxa na frente de um moinho abandonado trouxe para a banda uma fama de banda satânica. Publicamos uma matéria a respeito desta e de outras capas do rock.

Saiba como estão os locais das famosas capas de discos de rock

Um álbum para o caramunhão?

Os títulos das músicas do primeiro álbum: “Black Sabbath” (sábado negro), “The Wizard” (O mago), “Evil Woman” (Mulher má), “Wicked World” (Mundo malvado). Alguém de uma seita satânica pensou, “Opa vou chamar essa banda para tocar em nosso evento com círculo de pedras de magia negra”. E fez o convite ao grupo. 

O Black Sabbath achou estranho e o baixista Geezer Butler lembra o fato: “existia uma organização de magia negra que queria que tocássemos em um círculo de pedras. Dissemos não – éramos contra Satã, e não o promovíamos de fato – então eles lançaram uma maldição.” 

Tony Iommi conta sua vida no Black Sabbath em livro autobiográfico.

E Geezer explicou como a banda descobriu a tal maldição: “uma líder de um grupo de magia branca ligou para nosso empresário e disse que ele sabia que tínhamos uma maldição sobre nós, e que nós devíamos usar crucifixos porque ele faria um ritual pra gente. Isso soa tão piegas… Mas foi por isso que começamos a usar uma cruz”. Conforme conta.

A partir de então todos da banda começaram a usar crucifixos. Os acessórios foram criados pelo pai de Ozzy Osbourne que trabalhava em uma fábrica de peças de metal e mandou ver. 

Lógico que o Black Sabbath ao longo dos anos capitalizou essa “fama” diabólica para si, e de forma teatralizada levou isso para os palcos e discos. Afinal, Ozzy não é chamado de “Príncipe das Trevas” por nada.