Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania estreia com sucesso nas bilheterias

Compartilhe

Estreia arrecadou um total de US$ 41,3 milhões, Brasil está entre os países que colaborou com receita

Por Sandro Abecassis

A sequência da franquia de super-heróis da Marvel, “Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania”, já arrecadou um total de US$ 41,3 milhões em pré-estreias e lançamentos internacionais. O filme é estrelado por Paul Rudd e Evangeline Lilly e conta com a direção de Peyton Reed. O supervilão Kang, o Conquistador, interpretado por Jonathan Majors, é uma das grandes atrações da trama.

Sucesso nas bilheterias domésticas

“Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania” já arrecadou US$ 17,5 milhões em pré-estreias nas bilheterias domésticas. A expectativa é de que o filme gere entre US$ 95 milhões e US$ 100 milhões em seu fim de semana de estreia, podendo chegar a US$ 110 milhões com os feriados de carnaval. Embora esses números não se comparem a aberturas anteriores da Marvel, como “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura” e “Thor: Amor e Trovão”, espera-se que “Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania” tenha a maior abertura da franquia.

Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania vem cheio de ação e fantasia

A sequência já estreou em mais de 40 mercados internacionais, arrecadando cerca de US$ 23,8 milhões em seus primeiros dois dias de lançamento. O filme está sendo exibido atualmente em territórios importantes como México, Coreia do Sul, Alemanha, Brasil e Austrália, e estreia na China ocorre nesta sexta-feira.

Ameaça ao sucesso do filme

Embora “Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania” tenha sido bem-sucedido nas bilheterias, o filme pode enfrentar um desafio em relação ao boca a boca. Os críticos não foram gentis com a produção, atribuindo-lhe uma classificação de 49% “podre” no Rotten Tomatoes, uma nota baixa para a Marvel. No entanto, a presença do supervilão Kang, o Conquistador, pode ser um grande atrativo para os fãs do universo cinematográfico da Marvel.

Vingadores: Dinastia Kang. Seria a volta do Homem de ferro?

Por fim, o filme já é um sucesso nas bilheterias, apesar das críticas negativas, e deve continuar a atrair fãs em todo o mundo.

Sandro Abecassis

Publicitário, radialista, pós graduado em educação inclusiva e gestão executiva de projetos.