Derrick Green, vocalista do Sepultura, foi alvo de racismo em Fortaleza.

Compartilhe

Derrick Green, foi alvo de racismo e gestos nazistas durante show do Sepultura em Fortaleza.

No dia 8 de julho, o vocalista da banda Sepultura, Derrick Green, foi alvo de palavras racistas e gestos que remetiam ao nazismo durante um show em Fortaleza. Fãs da banda registraram o fato, e um grupo não deixou por menos e quase lincha o agressor. Inclusive, um registro em vídeo publicado no twitter mostra a revolta do grupo. 

A banda continuou tocando, e os seguranças tiveram que intervir para evitar algo mais grave. 

O registro chegou as redes e mídias sociais na última segunda-feira, 17. O Sepultura sempre se posicionou em favor das causas sociais, e além disto se tornou uma das primeiras bandas de metal a fundir o som dos povos originários brasileiros, “Os xavantes”, do alto xingu com o metal no álbum Roots. A obra tem participação de Carlinhos Brown, Mike Patton e Johnatan David. 

“A Polícia Civil orienta às pessoas que foram lesadas a registrarem um boletim de ocorrência em qualquer unidade da Polícia Civil, para repassar mais detalhes sobre o caso”, afirmou a polícia civil de Fortaleza em nota.

A identidade do homem não foi revelada, e o Sepultura emitiu uma nota nesta terça-feira, 18.