CDL Florianópolis emite nota sobre a paralisação da COMCAP.

A CDL de Florianópolis emitiu uma nota a respeito da nova paralisação da COMCAP. Confira.

Nota Oficial

ATÉ QUANDO?

A mais nova paralisação de funcionários da Autarquia de Melhoramentos da Capital (Comcap), deflagrada com o intuito de sempre – qual seja, o de manter e/ou ampliar os já vastos privilégios de que dispõem, se comparados com os mesmos trabalhadores da iniciativa privada –, parece ter alcançado o pico da intolerância da sociedade que paga muito pelo pouco que recebe. Insatisfeitos com a proposta de reforma administrativa em tramitação na Câmara, acharam por bem emporcalhar as artérias viárias principais da cidade, impedir o direito constitucional de ir e vir dos cidadãos e até mesmo a exercer coação ilegal em face de uma empresa de comunicação, cujo único pecado foi desnudar esses graves fatos.

Assim agindo, ignoram o consenso geral de que tais comportamentos, absolutamente incompatíveis com o que se espera em um Estado Democrático de Direito, corroboram a iniciativa do Poder Público em promover ajustes inadiáveis no funcionamento da máquina pública, bancada por todos nós.

É inconcebível que ainda há quem defenda a manutenção de privilégios impagáveis no curtíssimo prazo, ante a brutal queda de arrecadação decorrente do fechamento de milhares de empresas – decorrência natural das medidas de restrição impostas pela pandemia, algo de que há muito alertávamos. Até quando o pagador de impostos de Florianópolis será feito de refém dos interesses de uma minoria que insiste em não habitar no mundo real em que estão inseridos os geradores de renda e de empregos?

Os prejuízos à Capital resultantes de atos ilegais, incentivados pelos ditos representantes dos trabalhadores da Comcap, não podem, em hipótese alguma, ser debitados dos cidadãos já afetados por todo o cenário adverso que enfrentam – situação bem diferente da dos servidores, cujos vencimentos e prerrogativas foram mantidos intactos ao longo de todo esse tempo. É hora de a sociedade civil organizada demonstrar, pelas vias democráticas, estar farta de tamanho contrassenso.

Diretoria da CDL de Florianópolis