Mais de 30 mil estudantes da rede municipal receberão chips com internet

Os chips vão auxiliar nos estudos presenciais bem como estudo remoto

Os mais de 30 mil estudantes da pré-escola dos níveis G5 e G6 (entre 4 e 5 anos de idade), bem como do ensino fundamental do 1º ao 9º ano, da Educação de Jovens e Adultos (EJA), que fazem parte da rede municipal de ensino de Florianópolis, vão iniciar o ano letivo de 2021 com uma ferramenta a mais de acesso à internet para auxiliar no ensino presencial e à distância. Eles vão receber gratuitamente, chips de internet móvel com 20GB no pacote de dados mensais. Além desses estudantes, todos os profissionais que atuam no ensino e acompanhamento dos alunos também vão receber o cartão SIM.

O anúncio foi feito pelo Prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, em suas redes sociais.

Sendo assim, a Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria Municipal de Educação, investiu R$: 7.689.600,00 na compra de 36 mil unidades. Além dos chips, esse valor inclui a renovação mensal do pacote de dados de 20GB de internet durante todo o ano letivo.

As aulas retornam em 10 de fevereiro na rede municipal e na estadual no dia 18

que em Florianópolis inicia em 10 de fevereiro. O formato do início das aulas presenciais ainda deve ser divulgado pela Secretaria de Educação, que prevê um retorno gradativo.

O chamamento dos pais ou responsáveis e a distribuição dos chips serão feitos pelas próprias unidades de ensino, encarregadas dessa logística. Entretanto, mesmo nos casos em que dois irmãos façam parte do grupo que receberá o chip, será entregue uma unidade por estudante da rede municipal de ensino.

Iniciativa inédita.

“Essa iniciativa promove de forma inédita, a maior ação de inclusão digital da história de Florianópolis. Levando em conta que a universalização do ensino, bem como a erradicação do analfabetismo, que são parte dos compromissos constitucionais da gestão pública, vale destacar que também é nosso dever, prover os meios necessários para a democratização do acesso ao sistema educacional, em qualquer contexto, inclusive o da pandemia, atualmente”, comentou o Prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro.