Mais de 30 apresentações gratuitas abrem o Floripa Tap nesta quarta (19)

Mostra de dança no Floripa Airport tem também performance de grandes sapateadores e de música instrumental; festival terá 17 espetáculos e eventos abertos ao público e a tradicional na Noite de Gala

Uma apresentação musical com performance de sapateadores com destaque no cenário internacional, e uma mostra de dança com 32 coreografias abrem oficialmente, nesta quarta-feira (19/4), o 12° Floripa Tap. As apresentações são gratuitas e acontecem a partir das 19h, no Boulevard 14/32, no Floripa Airport, reunindo sapateadores e companhias de Santa Catarina e vários estados do Brasil.

Na abertura, às 19h, os músicos Luiz Gustavo Zago (piano), Rodrigo Paiva (bateria) e Tiê Pereira (contrabaixo) executam ao vivo a trilha sonora para performances dos sapateadores Daniel Borak, Lucas Santana e Marina Coura, idealizadora do festival, coreógrafa premiada e diretora da escola Garagem da Dança.

Marina Coura, idealizadora do Floripa Tap
Crédito: Sabrina Stahelin

O sapateador suíço Daniel é uma das estrelas internacionais do evento. Lucas fazia parte da Cia Trupe Toe, fundada por Marina em Florianópolis, e hoje integra o elenco da companhia Music From The Sole, em Nova Iorque.

Logo após, às 20h, começa a mostra de dança. As 32 coreografias foram selecionadas por curadores do festival e contemplam apresentações solo e em grupo. Entre os inscritos na mostra estão o Ballet Márcia Lago e o Grupo Raça, ambos de São Paulo, a Garagem da Dança e a Cenarium Escola de Dança, de Florianópolis.

Floripa Tap

Floripa Tap. Divulgação.

A 12ª edição do Floripa Tap terá 17 espetáculos e eventos gratuitos ao público, com intérpretes de libras, e 37 oficinas, workshops e masterclass para aprimoramento da dança e profissionalização de técnicos que atuam na montagem de espetáculos.

O destaque do festival é a Noite de Gala, no Centro Integrado de Cultura (CIC), no sábado (22/4), reunindo os sapateadores internacionais, artistas do Brasil com trabalho reconhecido no mundo e grupos de dança de vários estados. Sendo assim, o único evento pago, os ingressos estão à venda na Blueticket.

Então, confira a programação:

Espetáculos no Floripa Airport.

19 de abril, quarta-feira
19h – Luiz Gustavo Zago + sapateadores convidados: Daniel Borak (Suíça), Lucas Santana, Marina Coura e Yasmin Bogo
20h – Mostra de Dança

20 de abril, quinta-feira

19h – Ana Rosa e Chico Martins
20h – Espetáculo “Vida” – grupo Jovens de Coração
20h30 – Espetáculo “Tap, a história” – grupo Blacks on Tap

Espetáculo Se não agora, quando? Crédito: Divulgação Floripa Tap

21h – Espetáculo “Se não agora, quando?” – Cia Trupe Toe
Os espetáculos terão intérprete de libras

21 de abril, sexta-feira

18h – Leandro Fortes Trio
19h – Roda de Choro Mulheril
21h – Dandara Manoela

23 de abril, domingo

19h – Grupos convidados e espetáculos
20h30 – Samba com Veronica Kimura

Paul McCartney: os detalhes por trás da sua saída dos Beatles.

Jam Session no SESC Cacupé:

22 de abril, sábado
13h – Jam Session com músicos e sapateadores convidados

Noite no CIC– 22 de abril, sábado

Grupos e Companhias: Blacks On Tap, Grupo Raça, Based in BXD, Escola Nossa Senhora das Graças, Garagem da Dança, Cenarium.

Principais sapateadores: Maud Arnold (EUA), Daniel Borak (Suíça), Martina Konecna (República Tcheca), Marina Coura, Lucas Santana, Ana Gori e Hugo Oliveira.

Principais músicos com trilha ao vivo: Claudia Rivera no piano, Addia Furtado na percussão, Dandara Manoela na voz, João Peters no baixo e Marissol Mwaba (convidada especial)

DEBATE: Dança em diáspora: colonialidade e branquitude

19/4 – Quarta-feira, 11h

Participação: Ana Gori |Marina Coura | Hugo Oliveira | Lucas Santana
Local: Casa São José
Rua Marcos Aurélio Homem, 566, Serrinha

21/4 – Sexta-feira, 17h30
Participação: Ana Gori | Cauane Maia | Hugo Oliveira | Lia Vainer
Local: Hotel Sesc Cacupé

Oficinas:

Serão 37 oficinas, workshops e masterclass com ênfase em sapateado, mas incluindo outras modalidades de dança, como house e afrofunk. Nesta edição o Floripa Tap também inova ao oferecer oficinas buscando a profissionalização técnica para a produção de espetáculos, com aulas sobre elaboração de projetos, iluminação cênica e sonorização.

Algumas oficinas são gratuitas ao público, como as de sapateado para iniciantes. Marina Coura também dará aulas de sapateado em uma oficina para surdos.

Por fim confira mais sobre a programação aqui: https://floripatap.com.br/o-floripa-tap/programacao-2023/