Joan Jett: Um ícone do rock que inspira mulheres até hoje

Em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres, é importante destacar o legado de Joan como uma figura inspiradora para mulheres em todo o mundo que buscam superar obstáculos e seguir seus sonhos.

Por Sandro Abecassis

Joan Jett é uma das maiores ícones do rock ‘n’ roll e uma das mulheres mais influentes da história da música. Então, vamos conhecer algumas curiosidades sobre a cantora:

Joan Jett foi uma das primeiras mulheres a ter sucesso na indústria musical como guitarrista na banda The Runaways, como vocalista e compositora.

Ela teve que lidar com o sexismo e a discriminação na indústria musical por muitos anos, mas nunca desistiu de lutar pelos seus sonhos. Inclusive seu álbum solo foi rejeitado 23 vezes por gravadora, o que levou a cantora a criar sua própria gravadora, a Blackhearts Records.

A música “I Love Rock ‘n’ Roll” originalmente foi escrita e gravada por uma banda chamada The Arrows, mas foi a versão de Joan Jett que se tornou um sucesso global. A Billboard considera a versão com a 28º maior canção de todos os tempos.

Defensora dos animais

Joan Jett é uma grande defensora dos direitos dos animais e vegetariana há muitos anos. Ela fez uma participação especial no filme “Ladies and Gentlemen, The Fabulous Stains”, que conta a história de uma banda formada apenas por mulheres lutando contra a misoginia na indústria musical.

 

Celebrando a força feminina no rock: a história de Debby Harry

Joan Jett foi introduzida ao Rock and Roll Hall of Fame em 2015, em reconhecimento a sua contribuição significativa para a música e cultura popular.

Fã de beisebol tem ações minoritárias de uma equipe de beisebol feminina chamada The Long Island Ducks. Uma das músicas mais conhecidas de Joan Jett, “Bad Reputation”, serviu como tema de abertura da série de TV “Freaks and Geeks”.

Joan Jett tem um visual muito pessoal, que inclui, sobretudo, seu corte de cabelo preto e couro preto, e se tornou um ícone da cultura punk e rock ‘n’ roll. Ela já colaborou com vários outros artistas ao longo de sua carreira, incluindo Paul Westerberg, Foo Fighters, Bikini Kill e Miley Cyrus.

Por fim, Joan Jett é uma inspiração para muitas mulheres em todo o mundo, especialmente aquelas que desejam seguir uma carreira na música. Ela mostrou que é possível ser forte, corajosa e bem-sucedida como mulher em um mundo dominado por homens.

Portanto, seu legado é uma prova do impacto positivo que uma única pessoa pode ter na vida de muitas outras.