Chuva em Florianópolis: atualização das 12h de 10 de agosto

Compartilhe

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Defesa Civil Municipal, informa que o alerta sobre o cenário meteorológico divulgado no começo da semana se confirmou, trazendo ventos fortes e chuvas persistentes nas últimas horas. Desde o início das precipitações, já foram registrados mais de 200 mm, acumulado que já supera a média histórica do mês de agosto na cidade, que é de 86 mm.

Alagamento na SC-405 no Rio Tavares. Fotos Cristiano Andujar.

O ciclone extratropical que está atuando no Litoral de Santa Catarina tem causado ventos fortes e alagamentos por toda a cidade de Florianópolis. Ao longo desta quarta-feira, 10 de agosto, a chuva deve seguir intensa e as rajadas de vento podem atingir até 100 km/h durante a tarde. O tempo começa a mudar só depois das 22h, quando o ciclone deve se afastar da costa.

SAÚDE

A Secretaria de Saúde suspendeu os atendimentos na Busão da Vacinação e na Van Itinerante. O serviço também foi interrompido em alguns bairros.

– Vacinação – O cronograma de atendimentos do Busão da Vacinação e da Van Itinerante está suspenso.

Em função de problemas decorrentes das chuvas e ventos fortes, a Secretaria Municipal de Saúde também teve que fechar as seguintes salas de vacinação:

Morro das Pedras: sem energia;
Alto Ribeirão: em meia fase, e computadores não ligam;
Canto da Lagoa: sem energia, estourou um transformador na frente do CS;
Caieira: queda de árvore e deslizamento no acesso ao CS, ninguém consegue chegar. CS fechado;
Rio Tavares: energia em meia fase;
Pântano do Sul: sala de vacina sendo limpa por conta de alagamento;
CS Lagoa da Conceição sem energia elétrica.

EDUCAÇÃO

A Secretaria Municipal de Educação informa que há unidades educativas sem atendimento hoje na Capital devido aos estragos causados pela chuva, como levantamento de telhas. Uma avaliação está sendo feita e providências urgentes devem ser tomadas nas próximas horas para que o atendimento aos alunos seja normalizado.

Escolas com atividades suspensas nesta quarta-feira (10):

Batista Pereira (Alto Ribeirão)
Costa de Dentro (Costa de Dentro)
Costa da Lagoa (Costa da Lagoa)
João Gonçalves Pinheiro (Rio Tavares )
Paulo Fontes (em Santo Antônio de Lisboa)

Alagamento na SC-405 no Rio Tavares. Fotos Cristiano Andujar.

Creches fechadas em razão das chuvas:

Ana Spyrios Dimatos (Tapera)
Doralice Maria Dias (Vargem do Bom Jesus)
Doralice Teodora Bastos (Canasvieiras)
Sueli Gadotti (Ingleses)
Clair Gruber de Souza (Canasvieiras)
Mocotó (Morro da Queimada)
Stella Maris (Ponta das Canas)

VIAS PÚBLICAS

Nas vias públicas, quedas de árvores, pequenos estragos na infraestrutura, deslizamentos e outros materiais dispersos pela ação dos ventos estão no foco de uma ação multisetorial da Prefeitura. Por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Secretaria Municipal de Infraestrutura está em cuso a recuperação de possíveis danos, limpeza das ruas, desobstrução de vias, além da coleta de galhos/folhas caídas e outros detritos.

TRANSPORTE COLETIVO

No transporte coletivo da Capital, algumas linhas estão operando com desvios pontuais por conta de quedas de árvores e maré alta. As mudanças nos itinerários serão normalizadas conforme as vias forem desimpedidas. As principais alterações acontecem na rodovia SC-405, nas três faixas do Rio Tavares, onde todas as linhas estão operando com desvio, passando pelo Acesso Novo.

Confira as demais linhas:

Linha 410 – Desvio pelo Acesso Novo por conta de maré alta;
Linha 362 – Desvio por conta de queda de árvore no Canto dos Araçás;
Linha 283 – Desvio por conta de queda de árvore na R. Fabriciano Inácio Monteiro.

*Atualização do fim da manhã do dia 10/08

PARQUES

Como medida preventiva, todos os parques municipais foram fechados temporariamente para a visitação do público. A presença de fortes rajadas de vento oferece risco nesses locais pela grande quantidade de árvores.

COLETA DE RESÍDUOS

A coleta de resíduos sólidos está sendo feita normalmente em toda cidade. Pode ocorrer, contudo, a suspensão temporária em ruas sem condições de acesso, para evitar colocar em risco pessoal e equipamento.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Mesmo sem registro de desabrigados até o momento, a Secretaria de Assistência Social acompanha a situação e está preparada para realizar diferentes ações de acolhimento emergencial se famílias forem atingidas.

SEGURANÇA PÚBLICA

A Guarda Municipal vem acompanhando a situação desde o princípio e segue com ações de fiscalização dos pontos de alagamento em todas as regiões da cidade. No Rio Tavares, a via principal precisou ser interditada e o desvio do trânsito está sendo feito prioritariamente pela SC 401, que dá acesso ao aeroporto.

– Defesa Civil de Florianópolis está nas ruas e pode ser acionada pelo telefone 199.
– Guarda Municipal da Capital também segue atendendo à população pelo telefone 153.

MUTIRÃO DE CASTRAÇÃO

Por fim, a Dibea informa que o mutirão marcado para amanhã, quinta-feira, foi cancelado. Mais informações em breve.

WhatsApp chat