Em comemoração aos 62 anos Bono lança Livro de Memórias

Compartilhe

“Surrender: 40 Songs, One Story” será lançado em Novembro

Em comemoração aos seus 62 anos de vida entre ativismo e rock n`roll, Bono Vox do U2 anunciou o lançamento de um livro de memórias, que será lançado simultaneamente em todo o mundo no dia em 1º de novembro pela editora Alfred A. Knopf. No Brasil projeto literário será lançado pela Editora Intríseca. 

Em “Surrender: 40 Songs, One Story”, Bono discorre sobre a sua própria trajetória, por meio das músicas que marcaram sua carreira. Cada um dos 40 capítulos terá o nome de uma das músicas do U2, como os sucessos “With Or Without You”, “Sunday Bloody Sunday”, “Where the Streets Have No Name” e outras…. 

O Líder do U2 compartilhou em seu canal do Youtube uma animação onde lê um trecho do capítulo intitulado “Out of Control”, onde narra como foi escrever o primeiro single do U2, lançado em 10 de maio de 1978, no seu aniversário de 18 anos. Para este livro, Bono criou 40 desenhos originais que serão apresentados ao longo do livro, e também nas animações, pela Rosewood Creative. 

Veja:

“Surrender”, detalha a vida pessoal de Bono, assim como a infância e o sucesso no mundo do rock n`roll. “Surrender/Rendição”,é uma palavra cheia de significado para mim. Crescer na Irlanda nos anos 70 com os punhos para cima, não era um conceito natural. O livro é a história da falta de progresso de um peregrino… com uma boa dose de diversão ao longo do caminho.” Disse Bono. 

O vocalista do U2, também relata supostas ameaças de morte que recebeu do do IRA (Exército Republicano Irlandês), de gângsteres e de alguns grupos de extrema direita ao longo de sua carreira. Também frisou as tentativas de seqüestro de sua esposa Ali e filhas. Quando um líder de uma facção criminosa de Dublin planejou sequestrá-las e pessoas trabalhando para ele passaram vários meses observando sua casa, desenvolvendo todo um plano elaborado contra a sua família . Bono ainda relembra no livro, os encontros com figuras celebridades e figuras icônicas como o Papa João Paulo II experimentando seus óculos coloridos enquanto conversavam sobre a situação do mundo.

 “Espero que as pessoas enxerguem não apenas a vida de Bono Vox, mas também de Paul Hewson.” Afirmou o vocalista do U2 

Polêmica e Controvérsia 

Imprensa irlandesa questionou sobre algumas histórias de Bono de seu livro de memórias. O jornalista Niall O´Dowd disse ao site Irish Central que esses eventos onde o vocalista cita o IRA ou Grupos de Extrema Direita, são fatos duvidosos. “Bono diz em seu livro de memórias que ele e sua esposa Ali eram alvos do IRA. Eu sinceramente duvido. O IRA pode estar preparado para fazer quase tudo militarmente para vencer a guerra, mas eles não eram estúpidos. Capturar ou matar o mais famoso cantor de rock do mundo teria sido o fim da luta armada. Seria um ato terrível”. Comentou o jornalista Agora é esperar, ler e conferir esse lançamento histórico.

 “Entender a cena é fazer parte dela”. Por Sandro Nine sandronine33@gmail.com

Sandro Nine

Produtor cultural atuando em São Paulo, Manaus e Boa vista.

WhatsApp chat