Beyoncé recebe elogios de Paul McCartney por versão de “Blackbird”

“Blackbird”, está no novo álbum de Beyoncé, “Cowboy Carter”. 

Paul McCartney elogia versão de Beyoncé para “Blackbird”, que está no novo álbum da cantora, “Cowboy Carter”, lançado em 29 de março. 

 “Estou muito feliz com a versão de Beyoncé da minha música ‘Blackbird’. Acho que ela faz uma versão magnífica e reforça a mensagem dos direitos civis que me inspirou a escrever a música em primeiro lugar. Acho que Beyoncé fez uma versão fabulosa e recomendo a todos que ainda não a ouviram que dêem uma olhada. Você vai amar isso!”

Beyoncé recebe elogios de Paul McCartney por versão de "Blackbird"

E ainda completou:

“Falei com ela no FaceTime e ela me agradeceu por escrever e deixá-la fazer isso. Eu disse a ela que o prazer era todo meu e pensei que ela tinha feito uma versão matadora da música. Quando vi as imagens na televisão, no início dos anos 60, das meninas negras sendo expulsas da escola, achei chocante e não posso acreditar que ainda hoje em dia existam lugares onde esse tipo de coisa esteja acontecendo agora. Qualquer coisa que minha música e a versão fabulosa de Beyoncé possam fazer para aliviar a tensão racial seria ótimo e me deixaria muito orgulhoso.” Ouça:

“Blackbird” faz parte do “Álbum Branco”, dos Beatles, lançado em dezembro de 1968, em um ano tenso, principalmente nos Estados Unidos, devido aos protestos em favor dos direitos civis, além do forte conflito racial no sul. Além do mais o ano foi marcado por duas mortes, Martin Luther King, em 4 de abril de 1968, e Bob Kennedy, no dia 6 de junho de 1968, ambos lutavam pelos direitos dos negros. 

“Aqueles foram os dias do movimento pelos direitos civis , com o qual todos nós nos preocupamos apaixonadamente, então esta foi realmente uma música minha para uma mulher negra, passando por esses problemas nos Estados Unidos: ‘Deixe-me encorajá-la a continuar tentando, a manter sua fé, há esperança.’. Conforme lembrou Paul no livro Many Years From Now.

Sobre a produção

Capa do álbum, “Cowboy Carter” de Beyoncé.

Beyoncé manteve a base da canção original de Paul McCartney e a cantora ainda adicionou os vocais de mulheres negras da Country Music, como Tanner Adell, Tiera Kennedy, Reyna Roberts e Brittney Spencer, assim como, uma parte de violino e baixo, todos creditados a Khirye Tyler. Contudo, removeu o som dos pássaros da canção original.

Por fim, o álbum “Cowboy Carter” de Beyoncé ainda conta com uma versão de “Jolene”, de Dolly Parton, com colaboradores como, Post Malone, Miley Cyrus e Stevie Wonder, que toca gaita na canção.