Voo do Rock: conheça os aviões de cantores e bandas famosas.

Bandas e cantores famosos de rock têm investido cada vez mais em aviões e jatos particulares para facilitar longos deslocamentos, proporcionar mais conforto e fortalecer a marca da banda.

Esse tipo de investimento teve início nos anos 70, quando as turnês e grandes festivais se tornaram mais profissionais e constantes, abrangendo continentes.

Então, a seguir, vamos embarcar em alguns deste voos de cantores e bandas de rock:

Elvis Presley

O rei do rock possuía três aeronaves: um Convair 880, adquirido em 1975 e batizado com o nome de sua filha, Lisa Marie, avaliado em cerca de US$ 800 mil dólares. O avião tinha suíte privativa, quarto de hóspedes, sofás de camurça, acessórios banhados a ouro e sistema de som, telefone e televisão.

Outra aeronave era um Lockheed Jetstar apelidado de Hound Dog II, utilizado pela equipe técnica de Elvis para visitar as cidades onde o músico se apresentaria antes de sua chegada.

Por último, Elvis também possuía um jato Grumman Gulfstream G-1 em sua frota. Esse avião foi leiloado por US$ 430 mil dólares em 2017. As outras aeronaves estão em exposição na mansão Graceland em Memphis.

Guns N’ Roses

A banda norte-americana, que recentemente passou pelo Brasil, também conta com um avião particular para levar muito rock ao redor do mundo.

A aeronave é um Boeing 757 operado pela JetMagic.

No entanto, o avião não pertence à banda, sendo alugado pela empresa para que grandes bandas cumpram sua agenda de shows.

Essa mesma aeronave já foi utilizada pelo Queen, U2 e Lenny Kravitz. O Boeing foi adesivado com a marca do Guns N’ Roses e possui uma sala de estar e espaços privativos confortáveis.

The Rolling Stones

A banda inglesa liderada por Mick Jagger e Keith Richards desde 1972 possui seu próprio avião. O primeiro, um quadrimotor Lockheed L-749 Constellation, com a marca da língua para fora adesivada no bico do avião. Contudo, essa aeronave causou muitos problemas para os Stones, com constantes falhas mecânicas e falta de segurança para transportar equipamentos.

Sendo assim, nos anos 80, os Rolling Stones começaram a usar um Boeing 777.

Durante a turnê “No Filter Tour” em 2017, a banda utilizou um Boeing 767 da Delta Airlines. O avião proporcionava todo o conforto necessário ao grupo, com autonomia de voo de Londres ao Rio de Janeiro sem escalas. Além disso, a marca dos Rolling Stones adesivada na fuselagem da aeronave era outro atrativo.

Led Zeppelin

Durante o auge de sua carreira, o Led Zeppelin teve que contratar um avião particular para cumprir a quantidade de shows ao redor do mundo. A aeronave escolhida foi o Boeing 720, apelidado de Starship.

O avião possuía todo o glamour necessário para a banda, com quartos, televisão a bordo, salas privativas, instrumentos musicais, sistema de som e decoração extravagante idealizada por Robert Plant. Como por exemplo, a suíte pessoal,

A aeronave também era chamada de avião do sexo, por conta dos voos em que a banda levava diversas groupies. Portanto, a viagem se tornava uma grande farra com sexo, bebidas, além de drogas. 

Nos siga no Google News e no Instagram.

Iron Maiden

Publicidade o Iron Maiden sabe fazer bem, e o Ed Force One, da banda é a prova disso. Plotado com a imagem do mascote Eddie na fusealagem do boeing 747-400, pilotado durante as turnês pelo próprio vocalista Bruce Dickinson. 

Uma curiosidade é que o Iron Maiden já usou três Ed Force One, a primeira geração até 2012, depois até 2016 e por fim em 2022. No entanto, a banda aposentou o terceiro avião.

O último Ed Force One passou pelo Brasil em 2016. Com 70 metros e capacidade para 12 toneladas. Por fim, a última viagem do avião aconteceu no dia 06/06/2016, uma homenagem a musica da banda, “The Number Of The Beast”.