Tony Bennett, mestre da música pop, morre aos 96 anos

Tony Bennett, sofria com o Mal de Alzheimer.

O mundo da música está de luto com o falecimento de Tony Bennett, uma das maiores vozes pop da história, aos 96 anos. O cantor, que teve uma incrível carreira de oito décadas, nos deixou na manhã de sexta-feira, na cidade de Nova York.

Diagnosticado com a doença de Alzheimer em 2016, Tony Bennett continuou a se apresentar e gravar até 2021, mostrando sua dedicação e paixão pela música até o último momento.

Conhecido por sua interpretação talentosa e emocional do Great American Songbook, Bennett encantou gerações com suas gravações marcadas por calor e clareza vocal. Seu hit icônico “I Left My Heart in San Francisco”, lançado em 1962, conquistou o coração de milhões de fãs em todo o mundo.

Sua longa carreira foi marcada por sucessos e reconhecimentos, incluindo 18 prêmios Grammy e dois prêmios Emmy. Bennett também ganhou o Recording Academy Lifetime Achievement Award em 2001, e foi homenageado como Kennedy Center Honoree em 2005.

Sua música continuou a conquistar novos públicos, com colaborações memoráveis com artistas como Amy Winehouse, Diana Krall e Lady Gaga. A parceria com Gaga resultou no álbum “Cheek to Cheek” em 2014 e no álbum “Love for Sale” em 2021.

Por fim, Tony Bennett deixa um legado musical incomparável, que continuará inspirando gerações futuras. Nossos pensamentos estão com sua família e amigos neste momento difícil.