Ramones: “End Of The Century” um álbum caótico produzido por Phil Spector.

“End Of The Century”, dos Ramones lançado em 1980, ficou marcado por confusões entre os integrantes e Phil Spector.

O quinto álbum dos Ramones, “End Of The Century”, lançado em 4 fevereiro de 1980, contou com a assinatura do detalhista e polêmico produtor Phil Spector, que já havia trabalhado com os Beatles, Tina Turner, The Ronettes e Cher. 

Os Ramones estavam acostumados a gravações mais rápidas e diretas, no entanto, o meticuloso Spector ouvia cada take, e refazia quando não gostava de algo. Como por exemplo, “Rock And Roll High School”, quando o acorde inicial do riff, Johnny repetiu  diversas vezes. 

 

Phil Spector entrou de cabeça no projeto, e uma história se tornou uma das clássicas do rock, para não dizer sinistra. O fato está presente na biografia do baixista, Dee Dee, “Coração envenenado – Minha história com os Ramones”.  Na época, um boato surgiu de que o produtor manteve os Ramones quase como reféns na sua casa, ameaçando os integrantes com uma pistola. 

“Ele colocou sua arma em meu coração e fez sinal para mim e os outros voltarmos para a sala do piano. Ele só guardou sua pistola quando sentiu que seus seguranças poderiam dar conta. Então sentou-se em seu piano preto e nos fez ouvi-lo cantar e tocar ‘Baby, I Love You’ até bem depois das 4h30 da manhã.” Conforme contou Dee Dee.

No entanto, existem outras versões deste fato, como a de que  apenas o vocalista Joey Ramone foi mantido “refém”, separado dos outros três. Contudo, o baterista Marky Ramone disse que ninguém foi ameaçado, mas que sim, Phil Spector andava sempre armado. 

Confusões Punk Rock.

Havia muitas brigas entre os integrantes e o produtor por conta do seu perfeccionismo. Como por exemplo, Johnny Ramone chegou a sair do estúdio em Los Angeles e voltar para Nova Iorque com a intenção de deixar a banda.

Para conseguir uma reconciliação entre o produtor e o guitarrista, Seymour Stein, presidente da Sire Records, teve que entrar em cena para articular uma trégua, principalmente entre Johnny e Spector. 

“Nos encontramos no quarto de Joey no Tropicana. Phil levou seu segurança para o caso de Johnny partir para cima dele. Eu disse a Phil que Johnny não poderia trabalhar daquela forma e Phil cedeu. Depois disso, as coisas foram bem mais rápidas.” Contou Stein.

Mesmo assim, “End Of The Century”, se tornou uma produção caótica dos Ramones, com rumores até de que o único integrante a participar do álbum tenha sido Joey Ramone, o restante eram todos músicos contratados depois de tantas brigas. 

Phil Spector trouxe para “End Of The Century”, elementos como backing vocals, teclados, orquestrações com cordas como por exemploe em “Baby I Love You” e “Do You Remember Rock And Roll Radio?”. Além do reverb, as vezes exagerado nas vozes de Joey Ramone, e a exigência de solos e riffs de guitarras a exemplo de “Chinese Rock”. 

Os Ramones se arrependeram da parceria com Phil Spector, como contou Joey, “Trabalhar com Phil foi muito difícil porque eu acho que ele é um perfeccionista, então ele gosta de passar muito tempo refazendo coisas e reouvindo, e isso leva muito tempo. É muito difícil para nós. O rock and roll tem que ser muito espontâneo e um pouco mais rápido.”

O total pago a Phil Spector chegou a US$200 mil dólares. 

Repercussão

“End Of The Century”, chegou a 44ª posição no mercado americano. No Reino Unido o álbum conseguiu subir mais no ranking, ficando na 14ª posição. Contudo, a produção trouxe hits que se perpetuaram como clássicos do Punk rock, como, “Do You Remember Rock And Roll Radio?”, “Chinese Rock”,  e “Rock And Roll High School”.