Orquestra de Santa Catarina faz concerto, Beethoven 250 anos.

Compartilhe

Orquestra celebra os 250 anos de Beethoven.

Fotos: OSSCA

Neste sábado, 11, às 20h, a Orquestra Sinfônica de Santa Catarina (Ossca) faz o concerto para celebrar os 250 anos do nascimento de Beethoven no teatro do Centro Multiuso de São José. O evento marca a volta da Ossca aos palcos depois da pausa por conta da COVID-19

Dessa forma, a Vigilância Sanitária estadual autorizou a presença de plateia, no limite de um terço do total do espaço. Sendo assim, 260 pessoas vacinadas contra a COVID-19 ganharam os ingressos sem custo. No entanto, para o público em geral, o show será transmitido ao vivo no site da OSSCA, com audiodescrição. 

Sendo assim, o público vai poder apreciar um repertório selecionado pelo maestro José Nilo Valle e executado pelo corpo de 47 músicos. No solo ao piano, a atração internacional Peter Dominguez, do Uruguai. “Os músicos vão matar a saudade dos palcos, e o público, por sua vez, poderá matar a saudade do teatro e das apresentações presenciais”. Conforme conta o maestro.

O concerto Beethoven 250 anos ocorre via projeto de Lei Federal de Incentivo à Cultura aprovado em 2020. É patrocinado pela Havan além de ter apoio da prefeitura de São José, bem como, da Fundação Municipal de Cultura e Turismo de São José e da Unifique. 

Sobre a Ossca

Em 1992 o maestro José Nilo Valle aceitou o desafio do governo estadual de criar uma orquestra sinfônica com o nome de Santa Catarina. Dessa forma, a estreia da Ossca ocorreu em 25 de novembro de 1993, em Florianópolis. Em 2009 a Orquestra conquistou o título de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural. Sendo que em 2013 ganhou reconhecimento na Constituição estadual como organismo de interesse máximo da cultura musical. 

Acima de tudo, a Ossca tem incentivado vários grupos, como por exemplo, cameratas e orquestras. Ela foi pioneira na criação da tradição regular de eventos sinfônicos na capital, na expansão da música pelas cidades do interior e por fim, em projetos para a formar jovens talentos.

Então, confira o programa

– CORIOLAN Ouvertüre, opus 62 (Abertura Coriolano, opus 62)

– Concerto para piano e orquestra n.º 5, em Mi bemol maior, Op. 73 (Imperador)

– SINFONIA DA VIDA 

– SINFONIA n.º 5, em Dó menor Op. 67 (Destino), 1º movimento – Allegro com brio

– SINFONIA n.º 7 em Lá maior (Op. 92),  2º movimento – Allegretto

– SINFONIA n.º 6, em Fá Maior, opus 68 (Pastoral), 3º movimento (Lustiges Zusammensein der Landleute)

– SINFONIA n.º 7 em Lá maior (Op. 92),  4º movimento – Allegro com brio

Sandro Abecassis

Publicitário, radialista, pós graduado em educação inclusiva e gestão executiva de projetos.

WhatsApp chat