Marcelo Gross lança single, “Agora não é hora”, do disco Exilado

Compartilhe

Single “Agora não é hora” do músico Marcelo Gross já está nas plataformas digitais.

O mês de julho acabou e com ele as comemorações do Dia Mundial do Rock. Mas ainda dá tempo pra comentar sobre um dos grandes lançamentos de 2022.  Até porquê, todo dia é Dia de Rock !

O guitarrista e compositor Marcelo Gross lançou no mês do julho nas plataformas digitais “Agora Não é Hora”, primeiro single do disco “Exilado” que foi gravado e produzido nos estúdios da Holiday Produtora no Rio Grande do Sul durante a pandemia. Devido ao confinamento o músico decidiu retornar à Porto Alegre ano passado e com o a parceria de Bridy (produtor musical), Fell Rios (produtor artístico) e Vini Tupeti (produtor musical) teve a idéia de gravar um disco em que tocasse todos os instrumentos.  

“O meu engenheiro de som foi o Bridy, junto com  o Vini Tupeti, a gente assina a produção juntos. E Eu gravei essas músicas sozinho, tocando todos os instrumentos, foi uma coisa que em algum momento da vida eu tinha que fazer”. Conta. 

Influências.

Segundo Gross a música tem uma pegada com influencias dos Happy Mondays (banda clássica da cena de Manchester nos anos 80 e 90) podemos destacar também outra influencia dos Stones Roses fase “Fool´s Good” e The Charlatans. A letra fala sobre a perda de tempo com intolerância e hipocrisia em meio ao caos que se instalou no Brasil nesses últimos anos, mas precisamente no governo Bolsonaro. Um dedo na ferida do povo brasileiro sem perda la ternura

Em entrevista a redação da Nave Criativa o guitarrista disse que, “Agora Não é Hora”, é um Manifesto contra tudo que tem de ruim hoje em dia.  E que a música é um Manifesto, até porquê, fazer rock no Brasil é um ato de heroísmo.  

“A letra da música fala sobre o quanto não há mais tempo para ideias ultrapassadas, intolerância, hipocrisia,  é um manifesto. E eu curti muito essa sonoridade, órgão hammond, meio britpop, meio soul”. finalizou Gross.  

Então, confira “Agora não é hora”:

Acima de tudo, Marcelo Gross é um dos músicos mais produtivos e criativos do cenário do rock brasileiro na atualidade. A prova disso são os discos que lançou em carreira solo “Use o Assento para Flutuar” de 2013, “Chumbo & Pluma” de 2017 e o recente e visceral “Tempo Louco” de 2021.    

Por fim, é “ligar sua mente, relaxar e flutuar…” ao som de Gross. 

 “Entender a cena é fazer parte dela” 

Por Sandro Nine  

sandronine33@gmail.com 

 

Sandro Nine

Produtor cultural atuando em São Paulo, Manaus e Boa vista.

WhatsApp chat