Made in Japan: o álbum que consagrou o Deep Purple

Made in Japan: o álbum que consagrou o Deep Purple completou 50 anos e será lembrado em turnê no Brasil

Por Sandro Abecassis

O Deep Purple, ainda está nas comemorações dos 50 anos de “Smoke On The Water”, tanto é que um videoclipe novo foi lançado e a banda ainda vai começar uma turnê em comemoração, com promessa para shows no Brasil.

Contudo, em 2022, o Deep Purple comemorou no Japão os 50 anos do lançamento do álbum “Made in Japan”, lançado originalmente em 1972. Eles voltaram a fazer shows, principalmente no famoso ginásio Budokan em Tóquio.

O disco

O “Made in Japan” é considerado um dos melhores discos de rock ao vivo. No entanto, a banda não queria gravar o disco porque sabia que era um pedido sob pressão da gravadora japonesa sobre a filial inglesa.

O grupo só aceitou voar para o Japão para os shows e gravação, se a produção técnica na época fosse totalmente controlada pela banda.

Quem ficou responsável por essa coordenação foi o então produtor e engenheiro de som, Martin Birch, que garantiu para a banda – preocupada com a qualidade de som ao vivo – que o álbum teria uma qualidade semelhante aos discos de estúdio.

Depois de pronto e lançado, “Made in Japan” foi um recorde de vendas, principalmente no mercado americano, onde a banda ainda não havia conquistado muitos fãs.

Detalhes da gravação

O disco, gravado em oito canais, não teve overdubs e contou com uma verba de apenas US$ 3 mil dólares. E para completar, o equipamento disponibilizado para a produção era inferior ao solicitado.

No entanto, em vez de desistir, o Deep Purple desencanou e fez o show sem se preocupar com o que estava sendo gravado.

https://navecriativa.com/livraria-da-nave-criativa/

Anos mais tarde, Jon Lorde declarou que essa falta de preocupação foi essencial para a qualidade, porque a banda tocou tranquilamente e a vontade, sem tensão, e o resultado saiu perfeitamente como conhecemos.

A maioria das gravações usadas no álbum foram dos shows de Osaka, aproveitando apenas duas músicas de Tóquio: “Lazy”, bem como, “The Mule”.

A versão do álbum Japonesa, é raríssima se chama “Live in Japan” e não “Made in Japan”. 

Portanto, se você ainda não garantiu seus ingressos para os shows no Brasil, aproveite e compre já o seu.