Escritor Dennis Radünz lança livro inspirado em fábula da cultura cabocla do meio-oeste de SC

Compartilhe

Livro infanto-juvenil Foi no Campo da Dúvida, de Dennis Radünz, reconta fábula em linguagem cabocla. O lançamento será no dia 20 de julho em Fraiburgo

O Campo da Dúvida, antigo nome da região do atual município de Fraiburgo, é o cenário de uma fábula de tradição oral do meio-oeste de Santa Catarina recontada pelo reconhecido escritor Dennis Radünz com uso de regionalismos da língua portuguesa de cultura cabocla.

O livro infanto-juvenil Foi no Campo da Dúvida (Editora Nave, 20 páginas) tem ilustrações enigmáticas da artista catarinense radicada em São Paulo Teresa Siewerdt e inclui breve seleção de termos regionalistas compilados pelo pesquisador Fernando Tokarski, de Canoinhas, os quais inspiraram Dennis, que é mestre em literatura pela UFSC, em sua recriação literária nos termos da “teoria de variação linguística”. O lançamento presencial será na cidade que inspirou o conto, Fraiburgo, no Meio-Oeste, no dia 20 de julho. Mas será vendido para todo o Brasil pelo site da editora.

Dennis Radünz Horiz. Crédito Patrícia Galelli

A obra conta a história de Ferdinando, que depois de anos no exterior volta à Taquaruçu e reencontra a bela Eurídice em um salão de baile: os dois dançam no “quebra-costelas”, se apaixonam e ele a empresta seu casaco na noite de inverno intenso, até que descobre que ela era uma “visagem”, uma moça-fantasma. A obra será lançada no dia 20 de julho, às 19h, na Biblioteca Pública de Fraiburgo.

A publicação faz parte do projeto “Foi no Campo da Dúvida: literatura na variação linguística cabocla”, proposto pela escritora e artista Patrícia Galelli, e selecionado pelo Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura – Edição 2021, executado com recursos do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense da Cultura. O projeto também conta com o apoio cultural da Secretaria Municipal de Educação e da Fundação de Esporte e Cultura/Departamento de Cultura de Fraiburgo e do Hotel Renar.

Ilustração – Teresa Siewerdt

Para Dennis Radünz, esse livro-reconto é “uma evocação afetiva do imaginário dos povos da região do Contestado”. “Foi no Campo da Dúvida” traz ao presente da região de Fraiburgo o imaginário vívido do passado, com os seus “contadores de causos” nas rodas de família. Conjugando a cultura material e a cultura imaterial, a tradição oral e a transmissão escrita busca reavivar as experiências coletivas do narrar, com o substrato da geografia, da história, da economia e do imaginário popular de Santa Catarina. Contra o “ilocável”, a experiência tátil do livro ilustrado; para além do espaço virtual das redes digitais, um espaço de comunhão no ambiente real e comunitário.

Obra será distribuída em escolas e bibliotecas de SC

Exemplares do livro Foi no Campo da Dúvida serão distribuídos a instituições de ensino e culturais de Fraiburgo e também serão doados às bibliotecas públicas de outros 26 municípios: Água Doce, Arroio Trinta, Caçador, Calmon, Capinzal, Catanduvas, Erval Velho, Herval d’Oeste, Ibiam, Ibicaré, Iomerê, Jaborá, Joaçaba, Lacerdópolis, Lebon Régis, Luzerna, Macieira, Matos Costa, Ouro, Pinheiro Preto, Rio das Antas, Salto Veloso, Tangará, Treze Tílias, Vargem Bonita e Videira.

Autor ministra oficinas para educadores

Um dos mais reconhecidos escritores catarinenses, Dennis Radünz, 51 anos, vive em Florianópolis e é editor. Recentemente foi contemplado com o Prêmio Catarinense de Literatura 2021, concedido pela Academia Catarinense de Letras a seu ensaio “Roça barroca: mundos torrentes”, e com o Prêmio de Reconhecimento de Trajetória Cultural Aldir Blanc/Fundação Catarinense de Cultura, nas áreas de livro, leitura e literatura. Com longa experiência de docência de escrita em vários estados (Acre, Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Tocantins e Santa Catarina), o escritor tem sido – desde 2010 – um dos jurados da etapa estadual da Olimpíada de Língua Portuguesa.

Toda essa experiência será repassada gratuitamente como contrapartida social do projeto “Foi no Campo da Dúvida: literatura na variação linguística cabocla” a professores e bibliotecários da rede municipal de ensino, nos dias 21 e 22 de julho, em uma formação de 12 horas no auditório da Secretaria Municipal de Educação de Fraiburgo, com ênfase nos gêneros reconto e memória literária, relacionando o imaginário de “Foi no Campo da Dúvida” a autores como Hans Christian Andersen, Irmãos Grimm, Gianni Rodari e Franklin Cascaes ou ao cinema de fantasia. Segundo o professor-escritor, “o reconto encontra palavras locais para expressar um mundo íntimo universal”.

Agende-se

O QUÊ: Lançamento do livro Foi no Campo da Dúvida, de Dennis Radünz.

QUANDO: Dia 20/7, quarta-feira, às 19 horas

ONDE: Biblioteca Municipal de Fraiburgo (Avenida Paraná, Centro, Fraiburgo)

QUANTO: R$ 20

MAIS INFORMAÇÕES: www.editoranave.com.br/foinocampodaduvida

WhatsApp chat