Black Sabbath e seu lado Sensível: conheça a história da Balada ‘Changes’

Entre Riffs Pesados, o Black Sabbath surgiu com uma canção sensível: ‘Changes’, que virou um hino da banda de metal.

Quando se pensa em Black Sabbath, logo vem à cabeça um som obscuro, pesado, típico do heavy metal. Contudo, o mais curioso disto, é que os próprios integrantes da banda quando compuseram “Changes”, também imaginavam a mesma coisa. 

“Changes”, é uma balada presente no “Black Sabbath VOL 4”, quarto álbum da banda lançado em 1972. A canção tem apenas um piano tocado por Tony Iommi e um mellotron e baixo por Geezer Butler. Além de a voz poderosa de Ozzy, dando um tom de melancolia como um lamento. 

Sendo assim, Tony Iommi conta na sua biografia – Iron Man – como a música nasceu. 

“Como estávamos no controle do estúdio, éramos livres para experimentar um pouco mais. Os 3 primeiros álbuns poderiam ter vindo todos no primeiro saco. Mas no VOL 4 começamos a introduzir lances diferentes. Achei um piano no salão da casa e comecei a tocá-lo depois de fazer um milhão de carreiras de cocaína. Nunca tinha tocado piano antes, e comecei ali mesmo, em algumas semanas”. 

E completa, “Durante tudo isso, eu crie “Changes”, Ozzy entrou e começou a cantarolar, Geezer pegou um mellotron e começou a tocar, nem dava para acreditar que era nosso”. 

Ozzy complementa sobre o nascimento de “Changes”.Geezer escreveu aquela letra linda sobre a separação de Bill Ward de sua mulher na época. Achei aquela música brilhante desde o momento em que a gravamos, fiquei ouvindo muitas vezes”. Conforme está no livro: “Eu sou Ozzy: a autobiografia”. 

Acima de tudo, um destaque para duas estrofes: 

Eu me sinto infeliz, eu me sinto tão triste

Eu perdi a melhor amiga, que tive

Ela era minha mulher, eu amava tanto

Mas é tarde demais agora, eu a deixei ir

Eu estou passando por mudanças

Eu estou passando por mudanças

ou

Levou muito tempo, para perceber

E eu ainda posso ouvir seu último adeus

Agora todos meus dias, estão preenchidos de lágrimas

Gostaria de poder voltar atrás, e mudar aqueles anos

Eu estou passando por mudanças

Eu estou passando por mudanças

Então, o aval de Rick Wakeman

Tony lembra que quando gravaram no Plant Studios, o tecladista Rick Wakeman, do Yes, chegou e perguntou quem estava tocando piano. 

“Pensei, `ah não, ele vai dizer que está uma porcaria`, no entanto ele curtiu. Acho que poderíamos ter pedido para alguém como ele tocar os teclados, mas Geezer e eu queríamos tocar nós mesmos. Ambos estávamos aprendendo, era um desafio”. Finalizou. 

“Changes” é considerada a 12º melhor música do Black Sabbath. Ozzy Osbourne em 2003 fez um dueto da canção com sua filha Kelly Osbourne. Por fim, o single alcançou o primeiro lugar no Reino Unido.