As curiosidades da capa de “Dirt”, 2º álbum do Alice in Chains.

Segundo álbum do Alice Chains, “Dirt”, foi lançado no auge do movimento grunge. 

Em 29 de setembro de 1992, o Alice In Chains lançava seu segundo álbum, “Dirt”. A obra contou com faixas, como por exemplo,”Would?”, “Dam That River”, “Rain When I Die”, “Dirt”, “Down In The Hole”, e tantas outras. 

Apesar da banda ter conexão com o cenário grunge, o Alice In Chains tinha uma pegada mais voltada para o metal. “Dirt” vendeu cerca de 5 milhões de copias e alcançou a sexta posição na Billboard. 

Mas vamos falar sobre a produção da capa de “Dirt

 

Rocky Schenck era o fotógrafo e diretor de vídeos do Alice in Chains nos anos 90 e a capa do 2° álbum tem como protagonista a modelo e atriz Mariah O’brien, fotografada deitada em um cenário de deserto de terra rachada, com um olhar para o céu vermelho, perdida e com um semblante de proteção. 

Ela cobre os seios com as próprias mãos e com uma porção de areia, e a intenção da foto era mostrar como se ela estivesse sendo engolida pela terra árida. O estúdio fotográfico era a própria sala de Rocky.

“Gosto de me referir a essa capa como ‘a vingança'” , conforme disse na época o vocalista Layne. “

E ainda completou, “DIRT foi escrita para uma certa pessoa que sacaneou comigo, então a mulher na capa é meio que o retrato dessa pessoa sendo sugada pra dentro da sujeira [“dirt”] no meu lugar. A foto é a imagem idêntica dela, e isso nem mesmo foi planejado. Na verdade, fiquei com muita raiva quando vi pela primeira vez – e ela também não ficou muito contente. Foi bem desconfortável.”

Especulava-se na época que a modelo da foto seria a namorada de Layne, Demri Parrott.

‘TEN’: O Incrível Álbum Clássico do Pearl Jam de 1991 faz 32 anos.

A produção

A produção aconteceu no dia 14 de junho de 1992, com a presença do baterista Sean Kinney. Mariah O’Brien, que teve que usar uma peruca, passou horas deitada, imóvel e coberta de argila seca.

“Criamos o efeito de terra rachada com argila espalhada sobre uma espuma empilhada em caixotes. Cortamos o centro da espuma para a modelo entrar, e assim parecer que ela estava enterrada pela metade no chão desértico. Cortei a miniatura das montanhas de mais espuma e levantamos um fundo de céu pintado por trás das montanhas.” Conforme contou no Rocky no livro “Alice in Chains: a história não revelada” 

 

No entanto, quando a sessão de fotos terminou, Mariah levantou rápido para ir ao banheiro, mas a peruca ficou presa na argila.

Este fato inesperado acabou registrado pelo fotografo, e a imagem somente da peruca na terra rachada acabou sendo usada no Box de CD´S de 30 anos do “Dirt” em 2022.

 

Além da imagem dos cabelos, existe um crânio, uma cadeira, e o semblante de que por ali um corpo sucumbiu sugado. 

Por fim, ouça o álbum “Dirt” completou: