A praia dos Naufragados no sul da ilha de Florianópolis.

Compartilhe

Náufragos e trilheiros no sul da ilha.

O nome não podia ser melhor, Praia dos naufragados. Por ali passaram navegadores, uns foram bem sucedidos, outros nem tanto e daí surgiu o nome deste lugar no sul da ilha. 

Em 1753, por exemplo, naufragaram duas embarcações, com 250 açorianos, apenas 77 sobreviveram. Entrar na ilha de Santa Catarina por aquele canto era e ainda é um desafio, por isso os navegadores preferiam o norte, onde é hoje Canasvieiras e Jurerê.

Foto: Henrique Colonese

A história conta que logo após o descobrimento do Brasil, embarcações espanholas naufragaram no mar do sul da ilha, e os sobreviventes ficaram morando na região e ouviam histórias dos índios Carijós ou Patos sobre o ouro e prata existente nas montanhas geladas do Peru. Além disso, os nativos contavam que existia uma rota através do Rio do Prata que chegava a este lugar. Várias expedições como de Aleixo Garcia, chegaram próximo ao local, saquearam ouro e prata e no retorno foram mortos.

Contudo, alguns navegadores retornaram a Santa Catarina e contavam essa histórias sobre as riquezas aos que chegavam, do que ficou chamado de Caminho de Peabiru. 

A praia dos Naufragados.

A Praia dos naufragados fica em uma região de preservação ambiental,  o Parque estadual do Tabuleiro. Portanto não existem pousadas ou hotéis, existem poucos restaurantes, contudo a comida é bem natural e com pratos regionais, como peixes, assim como frutos do mar. No local é possível fazer camping e pegar super ondas. 

Como não há estrada até a praia, a forma de chegar é através de uma trilha de 3km com cerca de duas horas de caminhada. Aventureiros vão adorar o caminho, por conta que é possível ver ruínas de casas coloniais, além da mata Atlântida preservada. Outra opção é de barco, saindo de Caieira do Sul. 

Uma das atrações do local é o Farol dos naufragados, construído em 1860, o farol tem alcance de 18 milhas. Para chegar ao Farol o visitante deve seguir pela trilha de Caieira do Sul, onde é possível durante o caminho ver canhões antigos do Forte de Naufragados. 

Além disso, o mar aberto e forte, da praia tem a vista das Ilhas Três Marias, Ilhas Moleques do Sul e Ilha de Araçatuba, onde está o Forte de Araçatuba. Por fim, do lugar dá para avistar a Ponta do Papagaio em Palhoça. 

Fotos: Prefeitura de Florianópolis.

Sandro Abecassis

Publicitário, radialista, pós graduado em educação inclusiva e gestão executiva de projetos.

WhatsApp chat