Você pode comer chocolate e ainda emagrecer. Confira

Compartilhe

O Chocolate não é o vilão da dieta, basta saber escolher.

Rico em gorduras, calorias e açúcar (algumas versões), o chocolate é visto como vilão da dieta. Mas saiba que o alimento é fonte de prazer e substâncias saudáveis e pode, sim, ser consumido por quem busca perder peso.

Para isso, basta escolher o produto mais saudável e não exagerar na porção. A nutricionista Samantha Rhein, responsável pelos menus de Cardápios para Emagrecer, ajuda você:

  • Ideal para consumir: chocolate amargo

Prefira os com 80% ou mais de cacau, pois eles têm maior quantidade do fruto e menor porção de açúcar e gorduras adicionadas em relação aos outros. Esse alimento é rico em substâncias antioxidantes, que previnem o envelhecimento precoce, protegem a saúde do coração e reduzem o risco de certos tipos de câncer.

  • Melhor evitar: chocolate ao leite

Na lista de ingredientes de qualquer alimento, os itens que aparecem primeiro estão presentes em maior quantidade. No chocolate ao leite, você vai ver que geralmente há mais açúcar, leite em pó e manteiga de cacau (gordura) do que a massa de cacau em si. O doce ainda recebe outros tipos de gorduras vegetais, calóricas e pouco saudáveis.

  • Melhor evitar: chocolate branco

É geralmente uma mistura de manteiga de cacau (gordura), açúcar, leite e outras gorduras vegetais. Ou seja, não existe cacau na receita. Portanto, o alimento não tem as propriedades benéficas à saúde encontradas em um chocolate amargo.

Quanto comer?

Se você ama chocolate, pode até comer um pouquinho todos os dias, desde que não exagere. A nutricionista Samantha Rhein diz que a porção deve ser parecida com a de um bombom, ou seja, cerca de 15 a 20 g (dois ou três quadradinhos de uma barra comum).

Veja uma sugestão de almoço com chocolate amargo de sobremesa:

  • alface americana, tomate fatiado e pepino
  • grão-de-bico
  • azeite extravirgem
  • filé de maminha com cebola
  • arroz integral
  • Dois quadrados (15 g) de chocolate meio amargo

Fonte: UOL.

WhatsApp chat