Sociedade de Mastologia Brasileira lança ação “Quanto antes melhor”.

Compartilhe

A Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) lança o movimento de conscientização QUANTO ANTES MELHOR. A ideia é chamar a atenção das mulheres para a adoção de um estilo de vida saudável no dia a dia, com a prática de atividades físicas e boa alimentação para evitar doenças, entre elas, o câncer de mama.

A SBM reforça que há vida após o câncer de mama e que o cuidado com a saúde da mulher deve ser visto com atenção. Contudo, hoje o rastreamento e o tratamento está prejudicado por conta da Covid-19.

De acordo com o presidente da SBM, Vilmar Marques, a ação deste ano será online com foco na informação. “Diversos estudos revelam que o sobrepeso e a obesidade, além da falta de atividades físicas no dia a dia, aumentam os riscos para câncer de mama e ainda proporcionam uma má qualidade de vida para quem está em tratamento. Nosso alerta é para QUANTO ANTES mudar o estilo de vida MELHOR para a saúde e, desta forma, evitar que novos casos de câncer de mama ocorram”, afirma ele.

Contudo, a consulta com um mastologista e a realização da mamografia anual nas mulheres a partir dos 40 anos é igualmente importante para a prevenção.

COVID-19 e o câncer.

Em relação à pandemia de Covid-19, ele destaca a preocupação da Sociedade Brasileira de Mastologia com a interrupção do rastreamento e exames de rotina que são imprescindíveis para identificação do diagnóstico precoce.

A SBM afirma que nas regiões onde a doença diminuiu, ou estão estabilizados com flexibilização, as mulheres voltem seus exames, entretanto com medidas seguras. “Uma vez deixando de fazer o rastreamento e não identificar o diagnóstico de um tumor inicial com alta chance de cura pode dar em um diagnóstico tardio com o tumor avançado e menor chance de tratamento efetivo”, explica.

Já nas regiões com alta da COVID-19, o certo é que as mulheres não consideradas urgentes, assintomáticas, que façam  controle aguardem o pico passar. No entanto, no caso da mulher suspeitar de um nódulo ela deve buscar atendimento para fazer o diagnóstico.

“A pandemia gera uma sensação de insegurança e muitas mulheres deixaram de ir ao consultório e fazer seus exames de rotina por não se sentirem seguras. Isso é natural, mas deve voltar o rastreamento o quanto antes para evitar casos avançados no futuro”, Diz Dr. Vilmar.

Por fim, a SBM faz ações online para alertar quanto aos hábitos que devem ser feitos e que ajudam a qualidade de vida.

Veja as dicas:

  • Alimente-se bem e não fique muito tempo sem comer. Ou seja, prefira comer de três em três horas, alimentos naturais mas evite os industrializados;
  • Evite o excesso de gorduras e carboidratos simples, como açúcar, doces, sucos de caixinha ou saquinho, refrigerantes, pão branco, macarrão, prefira opções integrais;
  • Procure ingerir proteínas de boa qualidade, como por exemplo frutas, legumes e verduras.  Por serem fontes de vitaminas e minerais ricas em fibras ajudam na saciedade e no intestino.
  • Faça exercícios físicos. O ideal é a atividade moderada;
  • Planeje o seu dia alimentar e tente segui-lo.
WhatsApp chat