Rentabilidade da CELOS se mantém acima da média de mercado e de outras Fundações

Compartilhe

Fundação tem passado por um processo de reformulação nos últimos anos

O cenário político e econômico conturbado têm provocado instabilidade e performance negativa nos investimentos de renda fixa e renda variável no Brasil em 2021. O principal índice do mercado de ações brasileiro, o Ibovespa, acumula 4 meses consecutivos de queda, sendo -6,57% em setembro e -6,74% em outubro. Por sua vez, o índice IMA-B 5+, que representa a evolução, a preços de mercado, da carteira de títulos públicos indexados ao IPCA (NTN-B) com prazos superiores a cinco anos, acumula queda de 7,19% nos últimos 3 meses.

Diante deste cenário, nos meses de setembro e outubro, o plano Misto da CELOS apresentou queda de 0,86% e 0,20%, respectivamente. No ano de 2021, o plano acumula alta de 10,48%, o que corresponde a 246% do CDI (principal indicador do mercado financeiro). Já na comparação com os planos de outras Fundações, a consultoria Aditus disponibiliza mensalmente estudo comparativo da alocação e resultado de uma amostra com 119 Fundações. Na média, as Fundações acumulam alta de 3,39% no ano, ou seja, a rentabilidade do Plano Misto foi consideravelmente superior.

Rentabilidade da CELOS se mantém acima da média de mercado e de outras Fundações
“Algumas das ações tomadas pela CELOS tem sido aumentar a alocação em títulos públicos marcados na curva e aplicação em investimento no exterior, de forma a ter uma carteira cada vez mais diversificada e que consiga se proteger destes momentos de instabilidade do mercado, o que tem se mostrado assertivo”, pontua Henri Machado Claudino, diretor administrativo-financeiro da CELOS.

WhatsApp chat