data-full-width-responsive="true"

Paulo e Chico Caruso são atrações do 4º Circuito Catarinense de Quadrinhos

Compartilhe

Um dos principais projetos de entretenimento e cultura geek de Santa Catarina ocorre de 18 a 20 de março em Florianópolis.

Reconhecidos pelas caricaturas, charges e registros irônicos da história e da política brasileira, Paulo e Chico Caruso estão entre os artistas convidados para a quarta edição do CCQ – Circuito Catarinense de Quadrinhos. O festival será nos dias 18, 19 e 20 de março no Boulevard 14/32 da Floripa Airport, em Florianópolis. Toda a programação é, sobretudo gratuita.   

Embora sejam irmãos gêmeos e tenham seguido a mesma profissão, Paulo e Chico, hoje com 72 anos, não atuam juntos e seus trabalhos têm linguagens distintas. Enquanto a obra de Paulo é através de caricaturas e pela narrativa em quadrinhos, Chico dedica-se principalmente à charge. No Circuito Catarinense de Quadrinhos, eles participam de uma conversa sobre suas trajetórias dos artistas.

Como caricaturista, ilustrador, chargista e músico, Paulo fez história ao lado de Millôr Fernandes, Jaguar e Ziraldo nos tempos de O Pasquim. Ele segue atuante —  faz desenhos ao vivo dos temas e dos convidados do programa Roda Viva, da TV Cultura. Contudo, além das caricaturas, ele é uma referência em história em quadrinhos no Brasil.

Popular cartunista.

Já Chico Caruso é um dos mais populares caricaturistas políticos dos últimos 30 anos. Começou a trabalhar como cartunista em 1968, no jornal Folha da Tarde, com um início de sua trajetória  marcada pela Ditadura Militar. Há 30 anos publica diariamente charges no jornal O Globo. Segundo críticos, suas charges formam uma crônica inspirada na história política recente do Brasil. Assim como o irmão, Chico é também igualmente músico. Em 1985, os dois formaram uma banda junto com o escritor Luis Fernando Veríssimo.

Paulo Caruso – Divulgação

— Chico e Paulo Caruso são patrimônios da arte nacional, de uma safra de artistas que incluem Angeli, Laerte e Glauco, entre outros. Essa trupe foi fundamental para a modernização do humor gráfico no Brasil e da linguagem da história em quadrinhos nacional. Foram influenciados diretamente  pela luta contra a ditadura dos anos 60, com sua linha de crítica política, social e dos acontecimentos contemporâneos — conforme afirmam os criadores do CCQ, José Mathias e Bruno Flesch.

Festival gratuito na Capital

O Circuito Catarinense de Quadrinhos é um dos mais importantes projetos de arte e cultura geek de Santa Catarina. Dessa forma, a 4ª edição é aguardada pelos fãs de HQs, passados dois anos de espera em razão da pandemia. Sendo assim, dentre as novidades deste ano está o local: o Boulevard 14/32 da Floripa Airport, em Florianópolis.

CCQ 2019 Crédito Eduardo Duks

Acima de tudo, o CCQ nasceu com o propósito de conectar fãs, artistas e indústria e mostrar ao público de todos os gostos e idades o melhor em HQs, arte, entretenimento e games. Em 2022 a programação será concentrada em 3 dias, de forma gratuita: painéis, conversas com artistas, workshops, exposições, live art, o famoso Artists Alley e concurso de cosplay, entre outras ações. 

O CCQ é patrocinado pelo município de Florianópolis, pela Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer e pela Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura nº 3659/91. Por fim, o projeto tem o apoio cultural da Floripa Airport. A idealização é da Made Joy e a coordenação é da Marte Cultural.

CCQ 2019 Crédito Eduardo Duks

Então, agende

CCQ – Circuito Catarinense de Quadrinhos 2022
18 a 20 de março de 2022
Boulevard 14/32, na Floripa Airport, em Florianópolis

https://www.ccqoficial.com/

data-full-width-responsive="true"
WhatsApp chat