Museu de Blumenau passa por reformas.

Compartilhe

A Secretaria Municipal de Cultura e Relações Institucionais, iniciou a recuperação da fachada do prédio que abriga o Museu de Hábitos e Costumes de Blumenau.

O convênio para reforma é em parceria Institucional com a NDTV e a Kröten Eco Tintas para a pintura da fachada e parte interna.  Sendo assim, a previsão é de que os trabalhos devem seguir pelos próximos 70 dias. Os investimentos com contrapartida do município e doações vindas da comunidade somam aproximadamente R$ 200 mil.

O museu abriga aproximadamente 22 mil peças, do vestir, costurar, brincar, morar e viver de Blumenau, desde o fim do século XIX até a atualidade. Grande parte da coleção foi doada para a cidade pela colecionadora Ellen Vollmer.

“Além da pintura, com tintas especiais para este tipo de prédio histórico, serão recuperados alguns adornos que sofreram o desgaste com a ação do tempo”, informa o secretário de Cultura, Rodrigo Ramos. “A Kröten Eco Tintas tem entre seus produtos uma linha especial para prédios históricos. Na lista de seus principais trabalhos está a pintura da Estação da Luz, de São Paulo, que novamente irá abrigar o Museu da Língua Portuguesa.”

Dessa forma o processo para a revitalização foi autorizado pela Fundação Catarinense de Cultura, uma vez que o imóvel é tombado como bem patrimonial do Estado de Santa Catarina. “Estamos seguindo todas as indicações de uso de materiais corretos, conforme as orientações da diretoria de Patrimônio da FCC.”

Iluminação

A Secretaria de Cultura, também com apoio de parcerias, viabilizou a troca de todo o sistema de iluminação do prédio. Assim a empresa Blumenau Iluminação, que leva o nome da cidade pelo país, fez a doação de lâmpadas e luminárias em Led para a Associação de Amigos dos Museus de Blumenau.

Os materiais foram instalados no Museu de Hábitos e Costumes e em outros espaços, como o Museu dos Clubes de Caça e Tiro e Família Colonial. “Além de equipamentos modernos e mais seguros, as novas lâmpadas são mais eficientes, resultando em economia no consumo de energia elétrica”, destaca Rodrigo Ramos.

Informações – Sérgio Antonello

Luke nelson

Jornalista, redator e editor esportivo

WhatsApp chat