Fortaleza de São José da Ponta Grossa um patrimônio catarinense.

Compartilhe

Fortaleza São José da Ponta Grossa.

A fortaleza de São José da Ponta Grossa fica no norte da Ilha de Florianópolis, a cerca de 25 quilômetros do centro da cidade. Construída no alto do morro da Ponta Grossa, cercada pelos costões e a areia da Praia do Forte.

Sua construção aconteceu em 1740. Além disso, ela faz parte do triângulo de fortificações idealizados pelo Brigadeiro José da Silva Paes. A partir de 1765, para completar o sistema de defesa no lado leste, construíram a Bateria de São Caetano, localizada junto à Praia de Jurerê, a cerca de 200 metros da fortaleza.

Com muralhas espessa, a Fortaleza de São José da Ponta Grossa tem dois pavimentos, paiol da pólvora, e a capela de São José. A Fortaleza está tombada como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde 1938 .

No entanto, São José da Ponta Grossa ficou abandonada alguns anos e nas décadas de 1970 e 1980 o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) fez os primeiros trabalhos de arqueologia. Sendo assim, houve o restauro parcial da Capela, além da consolidação de alvenarias de pedra da Casa do Comandante e trechos de muralhas.

Desse modo, em 1990, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) concluiu o processo de prospecção arqueológica. Hoje temos uma exposição fixa montada na Casa do Comandante com alguns dos artefatos achados nas escavações.

Projeto Fortalezas.

Foto Lionel Bauer

Entre 1991 e 1992, no âmbito do “Projeto Fortalezas da Ilha de Santa Catarina – 250 anos na História Brasileira”, foi concluída a restauração da maioria dos edifícios da Fortaleza de São José da Ponta Grossa, que passou a ser gerenciada pela UFSC, junto com as fortalezas de Anhatomirim e Ratones. 

O processo de restauração teve como objetivo reconstruir com solidez os edifícios, seus vão originais e coberturas.  Assim pôde preservar traços do passado como as marcas históricas de longos anos. Acima de tudo, ficam claras as técnicas e materiais usados na reconstrução, onde quem visita pode discernir entre o original e o restaurado.

Por fim, a Fortaleza de São José da Ponta Grossa fica aberta todo o ano, sendo a única fortaleza sob a gestão da UFSC que pode ser visitada com acesso por terra. Contudo, por conta o aumento de casos de coronavírus na capital todas as fortalezas estão fechadas para visita. 

Por isso, guarde este patrimônio para em breve conhecer.

Fonte e fotos: UFSC / PMF

Sandro Abecassis

Publicitário, radialista, pós graduado em educação inclusiva e gestão executiva de projetos.

WhatsApp chat