Festa do Divino é declarada Patrimônio Histórico e Cultural de Tijucas

Compartilhe

Projeto de autoria do vereador Cláudio do Jornal foi sancionado e agora passa a ser Lei Municipal

Chovia bastante na noite desta segunda-feira (06), mas a comunidade esteve presente na Igreja Matriz de Tijucas para a missa de encerramento da Festa do Divino Espírito Santo. O momento ganhou ainda mais destaque em virtude da formalização da Lei Municipal 2914/2022, que declara a festividade Patrimônio Histórico e Cultural. A entrega de uma placa simbólica foi feita pelo vereador Cláudio Eduardo de Souza, o Cláudio do Jornal (PDT), autor da proposição.

A ocasião era especial, já que simbolizava o sucesso do retorno da festividade, uma das manifestações culturais mais populares em Tijucas, após dois anos de pandemia. O projeto de lei que dispõe sobre a preservação e valorização dessa tradição tijuquense foi proposto pelo vereador Cláudio do Jornal no fim de abril e foi aprovado por unanimidade pelo plenário da Câmara Municipal de Tijucas. Sancionado pelo prefeito Elói Mariano Rocha, o projeto agora tem força de Lei Municipal e eleva a festa à condição de Patrimônio Imaterial tijuquense.

Durante a celebração, padre Elizandro Scarsi ressaltou a importância do legislativo para a conquista. “Quero agradecer aos vereadores do nosso município que aprovaram uma lei que foi apresentada pelo vereador Cláudio, mas, se os outros não tivessem aprovado, não teria ido pra frente. Então agradecemos a todos os vereadores, ao Cláudio que teve a iniciativa de levar esse projeto da nossa Festa do Divino. Somos muito agradecidos. Vocês não estão fazendo para a igreja católica isso, vocês estão fazendo para o município”, conforme disse.

O vereador Cláudio do Jornal destaca a satisfação em ver sua proposta tornada lei. “Eu sempre participei da festa, em alguns anos fiz parte do império, então é uma felicidade muito grande ver essa tradição devidamente reconhecida. Ainda mais nessa semana de aniversário de Tijucas, é um presente para a cidade. É uma parte importante da nossa história, da nossa identidade e cabe a nós legisladores promover a valorização, a preservação e a continuidade dessas manifestações”, afirma.

Tradição centenária

A Festa do Divino Espírito Santo é uma manifestação tradicional da comunidade católica, com origem no Arquipélago dos Açores, em Portugal, que se espalhou pelo litoral catarinense, com forte colonização açoriana. Tijucas é uma das cidades em que a tradição tem maior representatividade, sendo realizada já há cerca de 130 anos pela Paróquia de São Sebastião.

Foto: Emerson Leal. 

WhatsApp chat