Cidades Invisíveis lança nova identidade visual no Pátio Milano em Florianópolis

Compartilhe

O Cidades Invisíveis presenteia Florianópolis, em seu aniversário de 349 anos, com uma loja no Pátio Milano, no centro da Capital. Na ocasião, também será lançada a nova identidade visual e o Manifesto.  A inauguração ocorre no dia 23 de março, às 17h30, no empreendimento, e as novidades fazem parte das celebrações dos 10 anos do Cidades Invisíveis. 

A parceria com o Pátio Milano foi realizada para promover ações de responsabilidade social que incentivem a cultura periférica de Florianópolis, para que os artistas tenham um espaço e a oportunidade de se apresentarem. A loja disponibilizará peças das coleções de moda e conta com um calendário de exposições e apresentações de artistas da periferia da cidade. “Esse novo projeto vem para fortalecer o estímulo do desenvolvimento social e cultural das comunidades vulneráveis da capital”, conta Samuel dos Santos, fundador do Projeto Cidades Invisíveis. 

A mudança na identidade visual marca o amadurecimento do projeto nesses 10 anos, construindo histórias de impacto social em diversas cidades do Brasil. A identidade utilizada, até agora, foi criada pelo artista Lese Pierre, durante um café, em 2012. “Trocando ideias, surgiu a identidade que usamos até hoje, a qual carregamos com muito orgulho, além de sempre simbolizar a nossa jornada social. Mas, muita coisa mudou neste período, nós mudamos. Estudamos e aplicamos novas metodologias de impacto social, criamos e desenvolvemos ações sólidas pensando na transformação integral do ser humano, sobretudo, a partir da geração de oportunidades e acesso à direitos básicos fundamentais,” relata Samuel.  

A nova identidade manifesta o que, por muitos anos, o Cidades Invisíveis faz: os elos que representam o compromisso com as pessoas que apoia; a ponte como abertura de um caminho entre colaboradores, lugares e pessoas que, normalmente, não estariam incluídos; e, por fim, o holofote, que simboliza a capacidade de iluminar e dar visibilidade para projetos e pessoas normalmente invisibilizadas. 

No evento, será apresentado o Manifesto da marca, que traz suas intenções, motivações e visões, crenças, causas e pontos de vista. Favelas, morros, periferias, vielas, becos, palafitas, guetos e outros aglomerados subnormais como são denominados pelo sistema, para o projeto, são fábricas de talentos. A mensagem transmitida é que o Cidades Invisíveis existe por conta da insuficiência de políticas públicas que garantam o direito à vida da população. 

Serviço

O que: Inauguração da loja do Cidades Invisíveis

Quando: 23 de março, quarta-feira, às 17h30

Local: Pátio Milano – Av. Mauro Ramos, 1512 – Centro, Florianópolis

Entrada gratuita

WhatsApp chat