ABRACE pode parar produção de medicamentos derivados da cannabis.

Compartilhe

A ABRACE – Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança, uma das únicas brasileiras autorizadas a plantar cannabis e assim produzir medicamentos que atendem mais de 15 mil pacientes em todos os estados, pode parar sua produção.

No início do mês de março um desembargador do TRF5 suspendeu a liminar que concedia o direito da associação a disponibilizar para mais de 14 mil famílias, derivados da cannabis para tratamento terapêutico. 

A ABRACE já tinha esta autorização desde 2017. No entanto, o desembargador reverteu a suspensão sob a condição de apresentação de um projeto de laboratório que atenda às exigências da ANVISA. Dessa forma então seria dada a permissão da continuação da produção.

Com isso, restam só dois meses para o fim do prazo, onde a ABRACE tem que montar um laboratório em nível industrial de acordo com as regras da ANVISA. O custo fica em torno de R$ 300 mil reais.

Sendo assim, para continuar a produção e assim seguir atendendo, pacientes com autismo, Alzheimer, Parkinson, e outras doenças neurológicas a associação lançou um financiamento coletivo no Benfeitoria. O objetivo é através da sensibilização arrecadar o valor e conseguir atender as exigências. Clique aqui e ajude a campanha.

Várias pessoas que fazem o tratamento já aderiram a campanha, como Francisquinha Alves do Canal, O bom do Alzheimer. 

Tratamento.

O óleo de cannabis importado, autorizado pela Anvisa, requer receita médica, e com a taxa de importação fica em torno de R$ 1.800, um frasco.

A ABRACE, fica em João Pessoa, Paraíba, planta e produz o óleo do Cannabidiol. Um frasco de 100 ml fica com preço final de R$ 300,00, ou seja seis vezes menos. O uso da medicação requer receita e autorização, não cura, mas reduz os efeitos de sintomas, como espasmos, demência, ansiedade, em pacientes em tratamento. 

Em números, são atendidos mais de 1000 pacientes com epilepsia, 800 com Alzheimer, 500 com Parkinson, e 700 autistas. 

Por fim, apoie esta causa e garanta que mais pacientes continuem o tratamento e assim possam ter mais qualidade de vida.

CLIQUE AQUI e colabore. 

#abracenaopodeparar #trf5

 

 

 

Sandro Abecassis

Publicitário, radialista, pós graduado em educação inclusiva e gestão executiva de projetos.

WhatsApp chat