Loja e marca Estilo verde se destaca pelo negócio sustentável.

Compartilhe

Em uma viagem de férias para visitar familiares no norte do Brasil surgiu uma ideia inovadora. Foi assim que em 2017, que Marina Petzen, Catarinense, bióloga, deu Start junto com o marido Joel para a  Estilo verde – Loja e marca própria de sua propriedade sediada em Chapecó voltada para a moda sustentável – Nesta viagem conheceu uma marca que produzia produtos vindo da reciclagem de garrafas pets, além de uma estamparia voltada para a consciência ambiental,  utilizando papel semente nas etiquetas.

Esses três fatores foram decisivos para a criação da loja e marca Estilo verde ainda no ano de 2017, onde todos os produtos são voltados para moda e consumo sustentável.

Contando com aproximadamente 10 fornecedores, a meta é fazer com que a cadeia, desde produção, até o produto final para o cliente esteja alinhado com objetivo da consciência ambiental.

Os produtos comercializados na loja e marca Estilo verde vão de roupas, masculina, feminina e infantil, feitos a partir de poliester de reciclagem de garrafas pets e algodão orgânico, ou seja, sem o uso de agrotóxicos deixando a produção com baixo impacto ambiental. Outros produtos da loja são bolsas, colares, frasqueiras, lancheiras térmicas e ecobags, todos pensados para o baixo impacto ambiental.

O algodão tradicional pode ser transformado

Segundo o relatório do Mind your step a produção de sementes de algodão para a confecção de uma camisa representa 68% no gasto com água, a reutilização deste algodão através da reciclagem eliminaria esta etapa.

Com esse reaproveitamento também a Estilo verde também utiliza a reciclagem do algodão convencional em novas produções de malharia, o que normalmente iria para o lixo se transforma em uma nova peça,

Movimento Lixo zero

A Estilo verde participa do Movimento internacional Lixo zero que consiste em uma certificação aos negócios e gestores, que adotam ações, eliminação resíduos em suas produções.

Marina Petzen é Mestre em ecologia e consultora Lixo zero, trazendo para o cotidiano, produtos como, canudos feitos de bambu, substituindo o tradicional de plástico, canecas de fibra de coco incentivando colegas e clientes a adoção da sua caneca, bucha vegetal substituindo o uso da sintética, além do kit de talheres. Esta simples ação faz a diferença a longo prazo.

As dificuldades em empreendimentos de moda sustentável.

No início da Estilo verde, a principal dificuldade era encontrar fornecedores alinhados realmente com o propósito sustentável, e não apenas produtores de estampas de cunho ambiental somente como vitrine de uma causa. Coerência na produção, principalmente quanto a utilização de água, cuidado com resíduos, assim como o bem-estar social dos colaboradores desta cadeia.

Parcerias

Hoje Marina Petzen destaca duas parcerias principais, a Planta moura alquimia naturais, do oeste Catarinense, onde todo cultivo, colheita, armazenamento é feito pela família até chegar no produto final na produção de fitoterápicos extraídos de vegetais ativos e fito-energéticos deste processo saem sabonetes, sprays terapêuticos e chás, todos orgânicos, sem agrotóxicos e com embalagens alinhadas na sustentabilidade.

A Araça horta e jardim também fechou uma parceria com a Estilo verde com a proposta de composteiras domésticas, que transformam o lixo doméstico orgânico em adudo, diminuindo a emissão de gases, ou seja, aquela casca de banana, resto de vegetais, pó de café que normalmente iria para o “lixões” contaminando o lençol freático da cidade podem ajudar na composição de uma nova vida. Destacou Marina

As vantagens da moda e do empreendedorismo sustentável

Apesar de pensar em expansão, a proximidade com os clientes é uma das caraterísticas principais do empreendimento, que é tocado por ela e pela mãe Marlene Petzen, pois assim, entende mais de perto a necessidade dos consumidores.

Marina Petzen também faz palestras sobre conscientização ambiental e consumo sustentável, sempre ressaltando que antes do consumidor adquirir um produto deve conhecer como aquela peça foi produzida.

Por exemplo, o plástico não reciclável que é feito de várias camadas ainda é o grande vilão para o meio ambiente, leva tempo para se decompor e raramente passa pelo processo de reciclagem por normalmente serem produtos pequenos, mas que em volume geram um grande impacto.

A escolha de produtos que cause menos impacto ambiental seja na geração ou na produção é o desafio para atual e próximas gerações. “A mudança de comportamento para que as pessoas paguem o preço que realmente os produtos valem” e ainda, “Não é possível uma peça custar tão pouco, como pode um moletom ou uma camiseta custar 10 reais? alguém perdeu no processo. Para custar 10 reais algo de sustentável se perdeu”. Ressalta Marina.

As vantagens em ter um produto de moda sustentável da Estilo verde está em associar consumo ao baixo impacto que causa ao planeta, peças produzidas a partir da reciclagem, sem o uso de agrotóxico tendem a durar muito mais, portanto a ideia do consumo consciente faz da loja um empreendimento preocupado não só com vendas mas como todo um ciclo de negócios que se sustenta e traz mais qualidade em seus produtos.

A Estilo verde moda sustentável fica em Chapecó na AV. Nereu Ramos, 75-D, Centro, Edifício CPC, Térreo, siga a loja e marca nas redes sociais, Facebook e Instagram

Sandro Abecassis

Publicitário, radialista, pós graduado em educação inclusiva e gestão executiva de projetos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat